PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-GO acaba com a invencibilidade do Fluminense no Brasileirão

Do UOL, em São Paulo

23/06/2021 21h00

Classificação e Jogos

O Atlético-GO acabou com a invencibilidade do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Com gol do zagueiro Nathan Silva na reta final da partida, o Dragão derrotou o Tricolor por 1 a 0, hoje (23), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), pela sexta rodada da competição.

Em duelo equilibrado na maior parte do tempo, o Atlético-GO assumiu o comando da partida nos momentos decisivos, conquistou sua terceira vitória e se recuperou depois da derrota sofrida para o Athletico-PR na rodada passada. Com isso, o Dragão chegou a dez pontos, ocupando a quinta colocação.

Já o Fluminense, que vinha de um bom empate contra o Fortaleza, na Arena Castelão, mostrou pouco volume ofensivo e sofreu sua primeira derrota. Com nove pontos, o time dirigido por Roger Machado caiu para oitavo lugar.

Na próxima rodada, o Fluminense tentará a recuperação em casa. O Tricolor encara o Corinthians, no domingo (27), às 16h, em São Januário. O Atlético-GO, por sua vez, tentará embalar em um confronto complicado. O Dragão encara o líder Red Bull Bragantino, novamente em casa, na segunda-feira (28).

Confronto de pouca emoção

O Fluminense rondou bastante a área do Atlético-GO, mas não dá para dizer que o Tricolor teve o controle da partida no começo. Em um duelo bastante equilibrado no primeiro tempo, as oportunidades de gol foram escassas. O time carioca abusou das jogadas pelas pontas, mas foram raras as vezes em que conseguiu se infiltrar na defesa adversária. Já os goianos se limitaram a um forte bloqueio defensivo e buscaram o gol esporadicamente.

Fred perde melhor chance

Embora tivesse dificuldade de furar o bloqueio goiano, o Fluminense tocava bem a bola. E foi dessa forma que chegou à sua melhor oportunidade. Em uma trama que passou pelas duas laterais na altura do meio-campo, a bola chegou a Kayky na intermediaria. Ele deu um leve toque para Gabriel Teixeira, que fez um passe preciso para Fred. A bola ficou no pé esquerdo do ídolo tricolor, e o chute rasteiro parou nas mãos de Fernando Miguel em uma boa saída do gol.

Chutes de longe: a solução do Atlético-GO

Sem grande força ofensiva para atormentar a defesa do Fluminense, o Atlético-GO recorreu aos chutes de longa distância para tentar abrir o placar. Na primeira delas, aos 36 minutos, Natanael mandou por cima do gol. Dois minutos depois, o mesmo atacante teve mais liberdade e arriscou um chute colocado, que passou bem perto da trave direita. No último lance do primeiro tempo, uma bola alçada na área chegou aos pés de Éder, que, quase sem ângulo, errou a finalização.

Pressão tricolor... Mas só pelo alto

O Fluminense parecia decidido a buscar o gol no começo do segundo tempo. No entanto, as chances só apareceram em bolas levantadas sobre a área do Atlético-GO. A melhor delas aconteceu logo aos 2 minutos em uma cobrança de escanteio. O cruzamento de Nenê encontrou Fred, que desviou de cabeça para boa defesa de Fernando Miguel.

A melhor chance é do Dragão

Com a posse de bola a favor do Fluminense na maior parte do tempo, o Atlético-GO aproveitou sua forte marcação e a velocidade de seus atacantes para assustar os cariocas. E, assim, teve a melhor chance da partida para abrir o placar. Aos 14 minutos, Arthur Gomes, que havia entrado em lugar de João Paulo (contundido), foi lançado nas costas da defesa pela direita e rolou a bola para Janderson. Ele estava livre na altura da marca do pênalti, mas bateu de primeira na trave direita.

A vez de Marcos Felipe salvar

O goleiro do Fluminense não passou o jogo inteiro sem trabalhar. Em uma jogada sem querer, ele evitou que o Atlético-GO abrisse o placar aos 27 minutos. Um cruzamento da esquerda caiu nos pés de André Luís, que acertou um voleio sem direção. A bola bateu na coxa de Marlon Freitas e foi para o gol, mas Marcos Felipe se atirou para espalmar. No rebote, Zé Roberto mandou para o gol, mas, antes disso, havia cometido falta sobre Luccas Claro, tendo a jogada anulada pela arbitragem.

Atlético-GO é premiado pela insistência

Os últimos 20 minutos de partida foram de domínio do Atlético-GO. Sem conseguir segurar a bola no ataque, o Fluminense permitiu os avanços dos donos da casa e a liberdade para criar chances de gol. Em uma delas, Arthur Gomes chutou para fora após ficar de frente para o gol. Mas logo depois, saiu o gol do Dragão. Aos 35 minutos, o cruzamento de Arthur Gomes foi preciso para Nathan Silva, que cabeceou forte no contrapé de Marcos Felipe para abrir e definir o placar.

Ficha Técnica

Atlético-GO 1 x 0 Fluminense
Motivo:
6ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 23 de junho de 2021 (quarta-feira)
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Paulo César Zanovelli (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Janderson, Nathan Silva (Atlético-GO); Gabriel Teixeira, Nino (Fluminense)
Gols: Nathan Silva, aos 35min do segundo tempo

Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Nathan Silva, Éder e Igor Cariús (André Luís); Willian Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo (Arthur Gomes); Janderson, Zé Roberto e Natanael. Técnico: Eduardo Barroca

Fluminense: Marcos Felipe; Calegari (Samuel Xavier) (André), Nino, Lucas Claro e Egídio; Yago Felipe, Martinelli e Nenê (Ganso); Kayky (Luiz Henrique), Fred (Abel Hernández) e Gabriel Teixeira. Técnico: Roger Machado

Futebol