PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco faz 3 a 0 no CRB e vence a primeira em casa na Série B

Cano foi o melhor em campo e abriu o placar para o Vasco no primeiro tempo - Jorge Rodrigues/AGIF
Cano foi o melhor em campo e abriu o placar para o Vasco no primeiro tempo Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/06/2021 18h29

Classificação e Jogos

Bastante pressionado, o Vasco venceu o CRB por 3 a 0 em jogo válido pela quinta rodada do da Série B do Brasileiro. O triunfo foi o primeiro do clube cruz-maltino em São Januário e dá mais tranquilidade ao técnico Marcelo Cabo, que estava com seu cargo em risco. Os gols da partida foram marcados por Cano, no primeiro tempo, Léo Jabá e Marquinhos Gabriel, já nos minutos finais do jogo.

Com o resultado, o Vasco vai aos sete pontos e dá uma escalada na classificação, alcançando o próprio CRB, que tem a mesma pontuação, e o Operário-PR, ocupando provisoriamente o quinto lugar. Na próxima rodada, o Vasco visita o Cruzeiro, quinta-feira, no Mineirão, enquanto o CRB recebe o Brasil de Pelotas, terça-feira, no estádio Rei Pelé.

Quem foi bem: Cano e Léo Jabá criam as melhores chances

Não só pelo gol, mas Germán Cano esteve presente nas poucas oportunidades de perigo que o Vasco teve em campo. Na primeira etapa, ele desperdiçou o gol ao tentar encobrir o goleiro, mas abriu o placar em uma cabeçada certeira. Na etapa final, participou da jogada do segundo gol e ainda carimbou a trave. Léo Jabá também entrou bem, marcou o seu e ainda fez a jogada do terceiro gol. Tudo isso em 20 minutos em campo.

Cano desafoga o Vasco em 1º tempo melancólico

O jogo esteve longe de ser empolgante. Antes do intervalo, as duas equipes ficaram aquém do esperado. O CRB não fez valer o melhor ataque da competição e pouco atacou. O Vasco chegou por três vezes, mas errou muitos passes simples e fez pouco para um time que está pressionado. A exceção foi Germán Cano, que protagonizou as melhores chances. Na primeira, a cavadinha na entrada da área parou na boa defesa do goleiro Diogo Silva. Na segunda, o argentino foi inteligente e nem precisou subir para cabecear a bola na bochecha da rede (após cruzamento de Marquinhos Gabriel) e abrir o placar.

Drone sobrevoa estádio e paralisa jogo

Pouco antes dos 30 minutos, o jogo foi paralisado por alguns segundos até que um drone se distanciasse do estádio São Januário. O aparelho que sobrevoou o campo levava duas bandeiras: uma com o nome de uma torcida organizada do clube e a outra com e mensagem "O Vasco vale mais do que as suas vidas. Joguem por elas".

Drone com ameaça em São Januário - Jorge Rodrigues/AGIF - Jorge Rodrigues/AGIF
Torcedores do Vasco ameaçam jogadores com drone
Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

CRB carimba a trave de Lucão

Titular do Vasco depois que Vanderlei testou positivo para a Covid-19, o garoto Lucão teve pouco trabalho no primeiro tempo, mas contou com a sorte na etapa final. O CRB voltou melhor e conseguiu trocar mais passes de qualidade para envolver o Vasco. Logo no início, Hyuri recebeu na entrada da área, puxou para o meio e bateu rasteiro no pé da trave. Depois foi a vez de Ewandro tirar bem do goleiro e cabecear na mesma trave. Até o final do jogo, a equipe visitante permaneceu melhor, mas não teve a intensidade necessária para superar a defesa vascaína e arrancar pontos no Rio de Janeiro.

Vasco mata jogo em contra-ataque, e Marcelo Cabo respira

O cenário da partida estava desenhado para um final de jogo com o CRB pressionando e o Vasco buscando aproveitar os espaços para sacramentar a vitória no contra-ataque. Isso demorou um pouco, mas aconteceu quando Léo Jabá desceu em velocidade e tentou encontrar Cano dentro da área. A zaga não conseguiu fazer o corte e a bola sobrou para Jabá fazer o segundo. Léo Jabá, que entrou muito bem na partida, ainda fez outra boa jogada pela direita que terminou nos pés de Marquinhos Gabriel para bater forte e marcar o terceiro. 3 a 0 placar final.

FICHA TÉCNICA
VASCO 3x0 CRB

Motivo: 5ª rodada do Brasileiro da Série B
Data/Hora: 19/06/2021, às 16h30 (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Fernando Gomes da Silva (TO)

GOLS: Cano, 43'1ºT (1-0); Léo Jabá, 39'2ºT (2-0); Marquinhos Gabriel, 49'2ºT (3-0)
Cartões amarelos: Leandro Castan, Morato, Galarza (VAS), Hyuri, Ewandro (CRB)
Cartão vermelho: Não teve.

Vasco: Lucão; Zeca; Leandro Castan, Ernando e Riquelme (Andrey); Romulo (Michel), Bruno Gomes (Bruno Gomes) e Marquinhos Gabriel; MT (Galarza), Morato (Léo Jabá) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

CRB: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Xandinho (Celsinho); Marthã (Renan Bressan), Jean Patrick e Diego Torres; Ewandro (Erik), Alisson Farias (Vitão) e Hyuri (Calyson). Técnico: Allan Aal.

Vasco