PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro vence Ponte Preta, encerra jejum de vitórias e deixa Z4 da Série B

Gol de Bruno José garantiu a primeira vitória do Cruzeiro na Série B do Brasileirão - Igor Sales/Cruzeiro
Gol de Bruno José garantiu a primeira vitória do Cruzeiro na Série B do Brasileirão Imagem: Igor Sales/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

16/06/2021 23h24

Classificação e Jogos

O Cruzeiro venceu a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli na Série B do Campeonato Brasileiro, na noite de hoje (16), e faturou sua primeira vitória nesta edição do torneio. O gol do triunfo celeste foi marcado pelo atacante Bruno José, que comemorou bastante. O time, afinal, deu bom salto na tabela e deixou a zona de rebaixamento. A Ponte Preta continua na seca de vitórias e acumula mais uma derrota na competição, caindo para a lanterna da Segunda Divisão.

Agora o Cruzeiro viaja ao Paraná onde enfrentará o Operário, em Ponta Grossa, na próxima rodada, no sábado, às 19h. Já a Ponte Preta tem o complicadíssimo duelo com o Guarani, um dos grandes clássicos na história do futebol brasileiro, no mesmo dia, mas às 18h30. Será o dérbi de número 200 entre os times de Campinas.

O jogo

Foram dois tempos distintos. Na primeira etapa os dois times praticamente não pisaram na área adversária e o jogo foi muito travado com disputas no meio de campo. Poucas foram as chances de gol criadas por ambos os lados.

Já na segunda etapa o Cruzeiro melhorou sua produtividade. Com mais presença na metade do campo da Macaca, a Raposa chegou ao seu gol em uma jogada inteligente de Bruno José. O atacante recebeu passe de Marcinho, se livrou de três marcadores e bateu cruzado, sem chances para Ygor.

Quem foi bem: Bruno José

O atacante não fez um bom primeiro tempo, mas, na segunda etapa, até pelo crescimento do Cruzeiro em campo, se movimentou bastante e conseguiu um gol importante. Mesmo bem vigiado por três jogadores, se livrou do marcador e balançou as redes em um chute cruzado.

Quem foi mal: Vini Locatelli

Muita reclamação, nervosismo e algumas tretas com encaradas no adversário no gramado.

A volta dos renegados

Depois de serem esquecidos pelo técnico Felipe Conceição, demitido na semana passada, alguns jogadores do Cruzeiro voltaram a ser aproveitados com Mozart, o novo treinador. Depois de Marcinho, autor do gol de empate no 1 a 1 com o Goiás, na semana passada, outros nomes foram incorporados à delegação: o volante Ariel Cabral e o meia Giovanni Piccolomo. Esse último retornou de empréstimo do Avaí após exigência da Raposa.

Sem ser vazado no primeiro tempo

Em quatro jogos na Série B foi a primeira vez que o Cruzeiro não sofreu gols no primeiro tempo. Antes, havia sido vazado aos 32 minutos da primeira etapa contra o Confiança [gol de Neto Berola], aos 4 minutos contra o CRB [gol de Marthã] e aos 11 minutos no jogo contra o Goiás, quando Joseph marcou contra.

Na frente no marcador

Também pela primeira vez o Cruzeiro fez o gol antes de um adversário. Antes, saiu atrás no placar em todas as outras partidas, contra o Confiança, CRB e Goiás.

Fim do jejum celeste

Ponte Preta e Cruzeiro entraram em campo buscando a primeira vitória na Série B. E os mineiros foram mais felizes. A Raposa havia perdido para Confiança e CRB, além do empate com o Goiás, e chegou ao seu primeiro triunfo na competição. Já os paulistas perderam para o Brusque na estreia, empataram com o Vasco e perderam a segunda seguida, para o Sampaio Corrêa e para o próprio Cruzeiro.

Cronologia do jogo

Aos 11 minutos do segundo tempo, o atacante Bruno José recebeu o lançamento do meia Marcinho, se livrou da marcação de três jogadores da Ponte e, com um chute cruzado, balançou as redes de Ygor: 0 a 1.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0 X 1 CRUZEIRO

Motivo: 4ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data e horário: 16 de junho de 2021, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)

Gol: Bruno José (11' 2ºT)
Cartão amarelo: Vini Locatelli, Ruan Renato (PON); Ramon, Rômulo (CRU)
Cartão vermelho: Não houve

PONTE PRETA: Ygor; Cleylton, Ednei, Ruan Renato (Richard); Kevin, Dawhan, Vini Locatelli (Renatinho), Camilo (Rodrigão) e Jean Carlos; Moisés (Fessin) e João Veras (Paulo Sérgio). Técnico: Gilson Kleina

CRUZEIRO: Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira (Weverton); Flávio (Matheus Barbosa), Marcinho (Airton) e Giovanni Piccolomo (Adriano); Bruno José, Felipe Augusto e Rafael Sóbis (Bissoli). Técnico: Mozart

Cruzeiro