PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Justiça renova, até o fim do ano, acordo por salários em dia no Botafogo

Durcesio Mello toma posse como presidente do Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Durcesio Mello toma posse como presidente do Botafogo Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

21/04/2021 11h50

A 75ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro aprovou, hoje (21), o acordo judicial para manter os salários em dia no Botafogo. Desta forma, até o final do ano os funcionários do clube vão permanecer tendo a preferência sobre penhoras de receitas.

Internamente, a decisão foi considerada positiva, uma vez que garante que os trabalhadores vão poder receber sem atrasos até dezembro, desde que se tenha recurso em caixa, ao impedir que outros credores bloqueiem valores por dívidas. A informação foi publicada, primeiramente, pelo "ge" e confirmada pelo UOL Esporte.

A diretoria, agora, busca angariar recursos para os cofres. Atualmente, há a indicação de que há condições de arcar com os salários até junho. Para vencimentos após este período, será necessário novas quantias.

O acordo já tinha sido costurado entre o Alvinegro, Sindeclubes (Sindicato dos Empregados em Clubes, Federações e Confederações Esportivas e Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro) e pelo Ministério Público do Trabalho há cerca de um mês e teve a aprovação hoje. Essa autorização judicial começou em outubro de 2020.

Um ponto que se torna um obstáculo ao Botafogo é justamente a diminuição nas receitas para a temporada 2021, com o rebaixamento à Série B do Brasileiro, e agravado com a eliminação precoce na Copa do Brasil.

Botafogo