PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Incomodado, Hulk questiona reserva no Atlético-MG e estilo de jogo com Cuca

Hulk, uma das contratações mais impactantes no Brasil em 2021, ainda não fez um grande jogo pelo Galo - Pedro Souza/Atlético-MG
Hulk, uma das contratações mais impactantes no Brasil em 2021, ainda não fez um grande jogo pelo Galo Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

13/04/2021 04h00Atualizada em 13/04/2021 15h50

Após a derrota do Atlético-MG por 1 a 0 para o Cruzeiro, pela nona rodada do Campeonato Mineiro, no último domingo (11), alguns assuntos de bastidores do Galo vieram à tona, questões discutidas antes mesmo do clássico entre os arquirrivais. Uma dessas foi a conversa do atacante Hulk com o técnico Cuca sobre o time titular e o posicionamento do próprio jogador em campo.

Segundo apurou o UOL Esporte, a conversa aconteceu na semana do jogo entre Atlético-MG e Pouso Alegre, quando Hulk, inclusive, foi titular na vitória por 1 a 0 sobre o time da região Sul de Minas Gerais, quando Cuca poupou alguns jogadores. O camisa 7, então, buscou informações sobre qual seria a avaliação do técnico sobre seu futebol, ao ver que vem sendo preterido pelo venezuelano Savarino na escalação.

Ainda de acordo com essa fonte, a conversa aconteceu sem estremecimentos, em um debate sobre estratégias para a equipe. Até pela questão que envolve o posicionamento de Hulk nos jogos: o jogador, que tem preferência por atuar pela direita, se deslocando para dentro do campo, enquanto Savarino joga mais como um ponta, buscando profundidade, o que não é a praia do astro internacional.

A conversa de Hulk com Cuca foi noticiada pela Rádio 98 FM de Belo Horizonte e confirmada pelo UOL. Ainda sem tanto destaque e sem fazer uma grande exibição pelo Atlético-MG, Hulk busca uma sequência de jogos para melhorar o seu condicionamento físico e o entrosamento com o time. O atacante vai também se ambientando ao futebol brasileiro, já que atuava na liga chinesa, que tem menos jogos e partidas com intervalos maiores entre elas. No Brasil, num calendário ainda afetado pela pandemia, não há tanto tempo para respirar.

Depois de uma derrota para o Cruzeiro num momento de grande diferença de status entre os rivais, o cenário para adaptações é ainda mais desafiador. A Raposa segue na Série B, com um elenco muito mais modesto que o do Galo —com ajuda de investidores gastou R$ 400 milhões entre salários e contratações desde 2020.

O revés no clássico, aliás, também já causa enorme pressão em cima do trabalho de Cuca, que começa a ser contestado com mais veemência entre os torcedores e alguns dirigentes do clube.

Jogos pelo Galo

Com a camisa do Atlético-MG, Hulk já fez sete jogos e marcou apenas um gol. O atacante estreou na goleada por 4 a 0 sobre o Uberlândia sob o comando do interino Lucas Gonçalves e foi titular. Permaneceu em campo durante os 90 minutos de partida.

Contra o Patrocinense, no jogo seguinte, se manteve no 11 inicial, mas deixou o gramado após 74 minutos em campo sendo substituído pelo garoto Sávio. O Atlético-MG venceu o jogo por 3 a 1. Em seu terceiro jogo pelo Galo foi titular também contra o Coimbra — vitória por 3 a 0 — terminando o jogo sem ser substituído.

Uma das piores atuações de Hulk com o uniforme preto e branco foi contra a Caldense, quando o Galo perdeu por 2 a 1 de virada. O camisa 7 começou como titular, jogou mal, e foi substituído aos 29 minutos do segundo tempo por Eduardo Sasha

No primeiro clássico da temporada, contra o América-MG, perdeu a condição de titular das últimas partidas e foi preterido por Savarino. Entrou em campo na vaga do próprio venezuelano aos 17 minutos do segundo tempo em um jogo vencido pelo Alvinegro por 3 a 1.

No clássico de resultado frustrante contra o Cruzeiro, ele voltou ao banco de reservas mesmo depois da conversa com Cuca. Hulk substituiu Savarino aos 9 minutos do segundo tempo, não teve atuação destacada, e foi expulso aos 46 minutos após confusão com o cruzeirense Willian Pottker.

Assessoria nega manifestação de Hulk

A assessoria particular de Hulk enviou um comunicado para o UOL negando que o jogador tenha procurado Cuca para questionar sua situação no Atlético-MG. Confira a nota na íntegra: "Em nenhum momento o atleta Hulk questionou a reserva ou estilo de jogo como diz a matéria veiculada pelo site UOL. Hulk respeita todos os companheiros, comissão técnica, diretoria e lamenta notícias falsas envolvendo seu nome".

Atlético-MG