PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato revela ligação para Borré por acerto e diz: "ele deu para trás"

Staff Images/Conmebol
Imagem: Staff Images/Conmebol

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

04/04/2021 01h16

Rafael Borré ainda é assunto no Grêmio. Hoje (4), depois da vitória gremista diante do Internacional, no primeiro Gre-Nal da temporada, Renato Portaluppi foi perguntado sobre a tentativa de contratação do atacante e revelou ter ligado ao jogador do River Plate. Segundo o treinador gremista, o colombiano desistiu do negócio.

Renato telefonou para Borré antes da reta final do negócio, encerrado oficialmente pelo Grêmio na terça-feira (30).

"O Grêmio tentou de tudo. Eu mesmo falei com o jogador, uns 15 dias atrás, lá do Rio (de Janeiro, onde o treinador passou os dias de folga). Estava quase tudo certo, ele deu a palavra dele. Empresário deu a palavra. Agora, não podemos botar arma na cabeça de ninguém. O Grêmio fez de tudo e ele deu para trás, ele não quis (assinar)", disse Renato.

Borré topou os termos apresentados pelo Grêmio na sexta-feira (26). O clube passou a providenciar os contratos e ouviu pedido para adiar a assinatura do acordo. Depois de mais de uma solicitação de prazo extra, a diretoria resolveu encerrar as tratativas.

O Grêmio ofereceu luvas de cerca de 5 milhões de dólares, salário e bônus de cerca de 250 mil dólares por gols e títulos. Renato Gaúcho negou que o tamanho do contrato tenha criado problemas internos no elenco.

"Os números que saíram do Borré… As pessoas falam 'ah, ele vai ganhar esse salário aí'. Ele iria receber aqueles valores porque o clube não estava contratando do River. O salário era normal. O Grêmio não ia pagar nada ao River, ele ia vir de graça", argumentou.

Sem Rafael Borré, o Grêmio voltou ao mercado atrás de um jogador de impacto. Até aqui, o clube anunciou as contratações de Rafinha, ex-Olympiacos-GRE e Flamengo, e Thiago Santos, que estava no Dallas-EUA.

Futebol