PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Haaland marca duas vezes e Borussia elimina o Sevilla na Liga dos Campeões

Haaland comemora o segundo gol contra o Sevilla na Liga dos Campeões - LEON KUEGELER/AFP
Haaland comemora o segundo gol contra o Sevilla na Liga dos Campeões Imagem: LEON KUEGELER/AFP

Do UOL, em São Paulo

09/03/2021 18h59

Classificação e Jogos

O Borussia Dortmund não teve uma atuação de gala, mas foi mais assertivo e eliminou o Sevilla nas oitavas de final da Liga dos Campeões após um empate, por 2 a 2, em casa. O jogo foi cheio de reviravoltas e com direito a gol nos últimos segundos, mas uma coisa não surpreendeu: Haaland, novamente, foi o nome da partida ao marcar os dois gols do time alemão.

A pressão inicial foi do Sevilla, que precisava reverter o placar de 3 a 2 construído pelos alemães no jogo de ida. No primeiro minuto, Ocampos ameaçou de fora da área, mas o goleiro Hitz ficou com a bola.

Apostando no contra-ataque, o Borussia sofreu com as investidas dos espanhóis. Aos 18 minutos, de novo com Ocampus, o Sevilla chegou pela esquerda. Suso bateu de primeira e mandou à esquerda de Hitz, com perigo. Aos 34, em um cruzamento da esquerda, Suso ajetou para Ocampos, mas ele finalizou em cima da marcação.

A resposta do Borussia veio com a sensação Erling Haaland. Aos 35 minutos, o norueguês pouco tinha tocado na bola, mas acionado por Reus dentro da área, teve apenas o trabalho de empurrar para as redes. Após o gol, o Sevilla não conseguiu pressionar como fazia desde o início da partida.

No segundo tempo Haaland colocou fogo no duelo mais uma vez. Ele marcou o segundo gol do Borussia em uma bela jogada de Hazard. O lance foi anulado após o árbitro checar no VAR uma falta de Haaland em Fernando, que estava na marcação - mas ninguém contava que na checagem, um pênalti seria marcado.

No lance anterior, Koundé fez falta em Haaland dentro da área, e o juiz deu o pênalti. O norueguês bateu e Bono defendeu. No rebote, ele conseguiu ir buscar. A arbitragem então percebeu um adiantamento do goleiro, e mandou a cobrança voltar. De novo, ele - Haaland bateu no mesmo canto, e acertou a bochecha da rede, sem chances para Bono.

O atacante foi advertido com o cartão amarelo por uma provocação direcionada ao goleiro do Sevilla.

O Sevilla diminuiu aos 23 minutos, também de pênalti, após Emre Can empurrar De Jong na área. En Nesyri cobrou no meio do gol e a bola bateu no travessão antes de entrar.

Com os gols, Haaland superou Solskjaer como o norueguês com mais gols na Liga dos Campeões. O atual técnico do Manchester United soma 19, contra 20 do atacante do Borussia.

O Sevilla voltou a pressionar nos minutos finais para tentar levar o duelo para a prorrogação apostando nos cruzamentos dentro da área, e assim chegou ao empate. Já nos acréscimos, Rakitic levantou na área do lado direito. En-Nesyri subiu sozinho na confusão e testou firme para o fundo das redes. Faltando menos de um minuto para o fim da partida, a arbitragem chegou a sinalizar que iria checar um possível pênalti, mas nada foi confirmado. Sem tempo para a virada, o Sevilla foi eliminado.

O Borussia Dortmund é o primeiro classificado às quartas de final da Liga dos Campeões. Após o fim dos duelos nas oitavas de final, um sorteio definirá os confrontos da próxima fase. No sábado (13), a equipe enfrenta o Herta Berlin, às 14h30 (Horário de Brasília). O Sevilla tem o Betis pela frente no Campeonato Espanhol no domingo (14), às 17h (Horário de Brasília).