PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG revolta torcedores com posts sobre Dia Internacional da Mulher

Atlético-MG fez post sobre o Dia Internacional da Mulher - Reprodução/Twitter
Atlético-MG fez post sobre o Dia Internacional da Mulher Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 10h55

O Atlético-MG fez duas publicações sobre o Dia Internacional da Mulher, que é celebrado hoje (8), e revoltou alguns torcedores e torcedoras do clube no Twitter.

O motivo da revolta é exaltar as mulheres pouco tempo após acertar a contratação do técnico Cuca. Ele esteve envolvido em um caso policial ocorrido em 1987, em Berna, Suíça. Na ocasião, o agora treinador era jogador do Grêmio e acabou detido com os também atletas Eduardo Hamester, Henrique Etges e Fernando Castoldi, sob a acusação de terem estuprado Sandra Pfäffli, na época com 13 anos.

Os quatro jogadores ficaram presos durante quase 30 dias. Eles voltaram para o Brasil após prestarem depoimento por mais de uma vez e ser encerrada a fase de instrução do processo. A condenação aconteceu dois anos mais tarde, mas nenhum deles chegou a ser preso.

O Atlético-MG fez um primeiro post no Twitter logo após a meia-noite de hoje: "Delas pra elas! "Somos as Vingadoras. Chegamos sem maldade. Lutamos por respeito e também por igualdade". 8 de março - Dia Internacional da Mulher". A postagem foi acompanhada de um vídeo.

Já na manhã veio outro post. "Reconhecemos suas conquistas como resultado da luta permanente por direitos, respeito e igualdade. Pra cima, Vingadoras!8 de março - Dia Internacional da Mulher", publicou o clube.

Veja as reações aos dois posts do Atlético-MG:

Atlético-MG