PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Moreno confirma saída de Felipão do Cruzeiro por "promessas não cumpridas"

Marcelo Moreno não teve um bom ano de 2020 pelo Cruzeiro e viveu seca de gols na última temporada - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Marcelo Moreno não teve um bom ano de 2020 pelo Cruzeiro e viveu seca de gols na última temporada Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

12/02/2021 16h18

O técnico Luiz Felipe Scolari deixou o Cruzeiro no final de janeiro, mas a saída do pentacampeão mundial com a seleção brasileira da Toca II ainda é assunto. O experiente atacante Marcelo Moreno, que passa férias na Bolívia, confirmou os motivos que culminaram para a não permanência de Felipão na Raposa.

"Ele se foi por isso (promessas não cumpridas). Ele deixou claro isso no Brasil, por muitas coisas que não cumpriram. Um treinador campeão do mundo, entre os dez melhores da última década. Prometeram coisas que eles não puderam cumprir com o grupo, e ele tendo dois, três anos de contrato, decidiram rescindir, decidiu sair", disse em entrevista ao canal boliviano Tigo Sports.

Esse assunto foi adiantado à época pelo UOL Esporte, que revelou a insatisfação do treinador com a diretoria e as promessas que não estavam sendo cumpridas em sua totalidade.

Felipão dirigiu o Cruzeiro em 21 partidas, alcançando nove vitórias, oito empates e quatro derrotas. Marcelo Moreno não era titular com o treinador, com quem já havia trabalho também no Grêmio.

Marcelo Moreno passa férias em Santa Cruz de La Sierra, na Bolivia, junto de sua família.

Cruzeiro