PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Na mira do Cruzeiro, Marcinho é elogiado por ex-treinador: "um 10 clássico"

Meia de 25 anos tem nas bolas paradas e nos chutes de longa distância duas de suas principais características - Sampaio Corrêa/Divulgação
Meia de 25 anos tem nas bolas paradas e nos chutes de longa distância duas de suas principais características Imagem: Sampaio Corrêa/Divulgação

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

08/02/2021 04h00

O departamento de futebol do Cruzeiro trabalha incansavelmente para buscar reforços visando a temporada 2021. Sem dinheiro em caixa e com dificuldades financeiras, caberá aos dirigentes, principalmente a André Mazzuco, o diretor de futebol, ter criatividade no mercado da bola. E um jogador que interessa ao time celeste é o meia Marcinho, um dos destaques do Sampaio Corrêa na última temporada.

Felipe Conceição, novo treinador da Raposa, logo em sua entrevista coletiva de apresentação falou sobre a busca do clube por contratações e elogiou Marcinho.

"Na Série B que terminou este ano, tivemos vários destaques, e o Marcinho é um deles. É um jogador de qualidade", disse em relação ao jogador que deixou o Sampaio Corrêa em fevereiro e está livre no mercado.

Como o Cruzeiro está impedido de registrar novos atletas por causa de uma punição da Câmara Nacional de Resoluções e Disputas (CNRD), pela falta de repasse do pagamento ao PSTC, por causa da venda do zagueiro Bruno Viana, em 2016, a diretoria tenta o quanto antes resolver essa pendência para fechar negociações em andamento. Uma delas é a que envolve Marcinho.

Análise de quem conhece

Ex-treinador do meia, Léo Condé, responsável por dirigir o time do Maranhão na última Série B, também fez elogios ao atleta e falou sobre o estilo de jogo de Marcinho.

"O Marcinho é o meia clássico, camisa 10 que trabalha por dentro, próximo do centroavante, jogador que bate bem na bola, distribui bem o jogo, próximo da área tem bom chute, a bola parada também é muito boa. A maneira que a gente jogava no Sampaio Corrêa contribuiu para ele se destacar. Jogávamos praticamente com duas linhas de quatro e deixávamos ele bem solto próximo ao Caio Dantas [atacante e artilheiro da Série B com 17 gols]", contou ao UOL Esporte Condé, que no começo desta temporada trabalhará no Novo Horizontino, time do interior de São Paulo.

"Os dois tinham bastante liberdade, claro que tinham funções defensivas também, de fechar, cortar linha de passe dos zagueiros para os volantes, pressionar a saída de bola dos defensores, mas de um modo geral a equipe jogava muito em cima dos dois. Formatávamos duas linhas de quatro e deixávamos o Marcinho bem solto no setor de meio próximo ao centroavante, próximo do Caio", completou.

Pensador das jogadas

Na opinião de Léo Condé, Marcinho é o "pensador das jogadas". "Ele é o pensador, guardadas as proporções, faz o que o Alex fazia, jogador que se destacou no Cruzeiro. O Marcinho é destro, o Alex é canhoto, mas o Marcinho é o dez mesmo, o cara que joga por dentro", analisou.

Marcinho atuou em praticamente todos os jogos do Sampaio Corrêa na Série B de 2020. O meia ficou fora de apenas uma partida das 38 disputadas pela Bolívia Querida na Segunda Divisão.

Encaixaria no Cruzeiro?

Léo Condé afirma que Marcinho atuou bem em um esquema com duas linhas de quatro, e que o sucesso do jogador caso acerte com o Cruzeiro vai depender, também, de como o técnico Felipe Conceição poderá utilizá-lo.

"Acredito que o Marcinho tenha essa qualidade para vestir a dez do Cruzeiro. Vai depender muito da ideia de jogo do Felipe [Conceição, novo técnico do Cruzeiro]. No Guarani ele não jogava com esse dez centralizado, jogava com o volante fixo e dois jogadores de corredor, o Murilo Rangel e o Crispim, não tinha o [camisa] dez por dentro. Não sei qual a ideia dele. No Sampaio a gente formatou dessa forma", disse.

Melhor momento

A performance de Marcinho com a camisa do Sampaio Corrêa chamou a atenção do Cruzeiro, que já tem um acordo bem adiantado com o meia.

"O Marcinho está no seu melhor momento, ele tem boa qualidade técnica, boa dinâmica de jogo, não é o velocista, o rápido, mas se movimenta bastante, está sempre procurando o jogo. Se ele conseguir manter essa crescente, pois desde que chegou para nós, até o último jogo evoluiu muito, cresceu bastante. Das 38 rodadas ficou só uma rodada fora, atuou praticamente todas de titular, não teve problema de lesão. Fico na torcida pela sequência dele na carreira e quem sabe ser esse jogador que o Cruzeiro procura", finalizou Léo Condé.

Cruzeiro