PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mauro Cezar: A repercussão do Palmeiras no Mundial de Clubes é a pior

Do UOL, em São Paulo

11/02/2021 19h52

Classificação e Jogos

O Palmeiras se despediu do Mundial de Clubes de forma melancólica. O time comandado por Abel Ferreira traz na bagagem apenas um quarto lugar e volta ao Brasil sem nem sequer ter marcado um gol na competição. O colunista do UOL Esporte Mauro Cezar analisou a atuação da equipe no "Fala, Maurão" desta quinta-feira (11).

O jornalista evitou comparações com outros fracassos de brasileiros no torneio — Internacional (2010) e Atlético-MG (2013) —, mas avaliou que a repercussão em cima do vexame palmeirense certamente é o maior. Assista ao vídeo no topo.

"Difícil falar que foi o pior. Outros times foram campeões sul-americanos e não passaram à final. Eu diria que a repercussão do que aconteceu com o Palmeiras neste torneio é a pior. A do Inter foi muito chocante quando perdeu para o Mazembe porque foi algo inédito, mas dessa vez o time do Palmeiras simplesmente jogou muito mal", disse Mauro.

"A proposta do Palmeiras tem sido muito pobre. Foi o suficiente para chegar a duas finais e ganhar a primeira [a da Libertadores], mas o futebol apresentado é fraco. O que vimos foi um Palmeiras muito frágil, sem proposta de jogo. O futebol do Palmeiras, embora tenha conquistado o título mais importante do continente, não tem grande conteúdo", acrescentou.

O Palmeiras vivia a expectativa de enfrentar o Bayern de Munique pelo título mundial, mas caiu já na semifinal contra o Tigres — derrota por 1 a 0. Na tarde de hoje, a equipe empatou sem gols com o Al Ahly e acabou derrotada nos pênaltis.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Palmeiras