PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Novo executivo do SPFC já auxilia departamento e terá orçamento restrito

Rui Costa é o novo gerente-executivo de futebol do São Paulo - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rui Costa é o novo gerente-executivo de futebol do São Paulo Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

28/01/2021 04h00

Rui Costa acertou por três anos com o São Paulo e vai assumir o cargo de executivo de futebol ao término do Brasileirão. Entretanto, já tem auxiliado no cotidiano do clube. O novo dirigente trabalha nos bastidores há pelo menos duas semanas a fim de acertar questões envolvendo a próxima temporada.

Sem aparecer no CT da Barra Funda e nem sequer se encontrar com os atletas, o futuro membro do departamento de futebol já auxilia em decisões tomadas pelo diretor Carlos Belmonte Sobrinho, o coordenador de futebol Muricy Ramalho e o diretor-adjunto Fernando Chapecó. O trio mantém contato direto com o futuro integrante da pasta. Porém, evitam um contato direto do dirigente com os jogadores para evitar qualquer interferência no trabalho de Fernando Diniz.

Na última sexta-feira (22), houve uma conversa de Rui Costa com os seus futuros colegas de pasta no Morumbi. Na ocasião, foram definidas questões referentes ao trabalho no clube paulista. A principal delas se refere ao orçamento para o esporte na próxima temporada.

O novo executivo de futebol terá a incumbência de trabalhar com um teto de gastos, definido pelo orçamento do clube. A diretoria prevê arrecadação de R$ 460,7 milhões em 2021, com superávit líquido de R$ 12,5 milhões. A ideia é adotar um trabalho austero e evitar gastos excessivos, como aconteceu durante a gestão de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, ex-presidente do clube.

A adequação à nova realidade do Morumbi, inclusive, foi crucial para o acordo entre a diretoria e o novo dirigente. Houve conversa entre as partes para que o executivo soubesse o que seria necessário fazer em seu novo trabalho à frente do futebol.

A chegada de Rui Costa ao São Paulo ocorre após indicação de André Zanotta, atual diretor do Dallas FC. O dirigente foi procurado pela cúpula são-paulina e avalizou a contratação do colega de profissão. Outros profissionais do mercado do futebol, próximos ao presidente Julio Casares, aprovaram a chegada do dirigente ao CT da Barra Funda.

Histórico de Rui Costa

Rui Costa iniciou a carreira como diretor-executivo em outubro de 2012, pelo Grêmio. Ele ficou no cargo até maio de 2016. Naquele mesmo ano, o time gaúcho faturou a Copa do Brasil. Logo após a sua saída de Porto Alegre, assumiu a Chapecoense, clube que defendeu entre dezembro de 2016 e agosto de 2018. Na Arena Condá, faturou o Campeonato Catarinense.

Entre agosto de 2018 e janeiro de 2019, Rui Costa trabalhou como diretor de futebol do Athletico Paranaense. No clube, faturou a Copa Sul-Americana. Em abril de 2019, chegou ao Atlético-MG, time que defendeu até fevereiro de 2020.

São Paulo