PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Tchê Tchê volta após briga com Diniz que mudou bastidores do São Paulo

Tchê Tchê e Fernando Diniz se abraçam após polêmica por xingamentos do treinador - Divulgação
Tchê Tchê e Fernando Diniz se abraçam após polêmica por xingamentos do treinador Imagem: Divulgação

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

17/01/2021 04h00

Tchê Tchê será titular do São Paulo pela primeira vez desde que recebeu xingamentos de Fernando Diniz durante a derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino, em 6 de janeiro passado. Depois do episódio que deixou marcas nos bastidores do clube, o meio-campista cumpriu suspensão diante do Santos, no último domingo (10), e só estará à disposição da comissão técnica novamente na tarde de hoje (17).

Visto como 12º jogador do elenco, Tchê Tchê receberá a incumbência de substituir Luciano na equipe considerada titular. O atacante se recupera de uma inflamação na perna esquerda e não reúne condições de atuar diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada. Mesmo após o caso, que ganhou repercussão nacional, Diniz decidiu utilizar o jogador.

A ideia do técnico é liberar Igor Gomes para atuar mais perto do centroavante Brenner e formar um meio de campo forte, com Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê e Gabriel Sara. A formação é idêntica à da vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG, em 16 de dezembro passado, no Morumbi. Na ocasião, também sem Luciano, o comandante apostou na entrada do meio-campista, dando mais liberdade a Igor Gomes.

Desta vez, o São Paulo não terá que superar somente a ausência de Luciano do time, mas também precisará mostrar que os xingamentos do técnico contra o jogador já estão superados. O meio-campista inicialmente se incomodou e relutou em aceitar as desculpas do comandante. Porém, na sequência, abraçou o técnico. Pela longa relação, o treinador também entrou em contato com a família do volante para se desculpar, e conversou com todo o elenco.

Diniz, inclusive, tornou público o pedido de desculpas. O técnico se manifestou após a derrota para o Santos e explicou o que houve na ocasião.

"Foi resolvido internamente. Foi uma exposição. Já conversei com o Tchê Tchê separadamente, com o grupo e nós temos que andar para frente. Foi um erro que eu cometi em ter exposto o Tchê Tchê. Já pedi desculpas para ele e para o grupo. Acabei expondo o time pela forma como eu agi. É olhar para frente. É o momento de crescermos como time. Aquele momento serve para isso", afirmou.

Durante a partida entre Red Bull Bragantino e São Paulo, há 11 dias, Tchê Tchê tentou se comunicar com o técnico: "Não posso falar com você?", questionou na ocasião. Irritado, Diniz o respondeu: "Não pode mesmo", respondeu Diniz. "Tem que jogar, c... seu ingrato do c..., seu perninha do c..., seu mascaradinho do c..., vai se f...", devolveu o comandante.

Naquele mesmo jogo, Tchê Tchê foi expulso por falta no segundo tempo. O jogador voltará à equipe pela primeira vez na tarde de hoje com o desejo de mostrar que o entrevero com o comandante já é fato superado nos bastidores do São Paulo.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR x SÃO PAULO

Motivo: 30ª rodada do Brasileirão
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 17 de janeiro de 2021 (domingo)
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes do VAR: Jefferson Ferreira de Moraes (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Athletico-PR: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian (Fernando Canesin), Léo Cittadini e Carlos Eduardo; Nikão e Kayzer. Técnico: Paulo Autuori.

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

São Paulo