PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Natel pede recontagem de votos e cogita até ação judicial em pleito no SPFC

Roberto Natel cobra recontagem de votos em até 48 horas no São Paulo e não descarta ação judicial se não for atendido - Reprodução
Roberto Natel cobra recontagem de votos em até 48 horas no São Paulo e não descarta ação judicial se não for atendido Imagem: Reprodução

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

01/12/2020 11h38

Candidato à presidência do São Paulo, Roberto Natel pediu a recontagem dos votos da Assembleia Geral de Sócios do clube, que elegeu 100 novos conselheiros. A solicitação foi feita por meio de carta enviada ao mandatário Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, e ao presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Abranches Pupo Barboza.

Em seu texto, ele faz a requisição no prazo de 48 horas após a entrega do documento aos dirigentes são-paulinos. Natel pede ainda a apresentação do livro de presença "a fim de que seja apurado o resultado correto das eleições, sendo todos os coordenadores de ambas as chapas convocados para tal fim para acompanhamento".

Roberto Natel pede ainda que "as cédulas permaneçam arquivadas na sede social do São Paulo Futebol Clube até que os fatos ventilados no presente sejam esclarecidos e haja a recontagem dos votos". O candidato à presidência do São Paulo ameaça acionar a justiça se não tiver o desejo atendido: "caso não seja concedida a oportunidade de recontagem dos votos, um a um, de forma administrativa, infelizmente teremos de adotar as medidas judiciais cabíveis, pois o associado do São Paulo não pode ser lesado com eventual vício nas eleições e manifestação de vontade com seus votos para eleger os conselheiros que escolheram".

O documento enviado por Natel à diretoria-executiva do São Paulo e à presidência do Conselho Deliberativo contesta a contagem dos votos na eleição que contou com a presença de 2.498 sócios do clube. Ao fim da contagem de votos, revista nessa segunda-feira (30), foram eleitos 74 conselheiros ligados a Julio Casares (Juntos Pelo São Paulo) e 26 da chapa de Roberto Natel (Resgate Tricolor).

São Paulo