PUBLICIDADE
Topo

Santos

Vladimir vê John e João Paulo à frente e renovação distante no Santos

Vladimir, goleiro do Santos, durante treino no CT Rei Pelé - Ivan Storti/Santos FC
Vladimir, goleiro do Santos, durante treino no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Gabriela Brino

Colaboração para o UOL, em Santos

27/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Uma rara cirurgia no mindinho do pé direito mudou completamente o cenário de Vladimir no Santos. De titular após a venda dos direitos econômicos de Everson a novamente terceiro goleiro. Tudo isso em questão de dois meses de recuperação.

Assim que deixou o campo após uma pancada de Lucas Veríssimo, contra o Athletico-PR, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, João foi o substituto imediato do camisa 1 e não só deu conta, como caiu nas graças da torcida, que o apelidou como João Papa devido às defesas 'milagrosas'.

João foi titular do Santos até ser diagnosticado com Covid-19, no último dia 9, e afastado para cumprir isolamento. Por isso, John foi acionado. E após apresentar um bom desempenho, o santista já o pede como titular do time, dando ainda menos espaço ao Vladimir.

Além da disputa de posição, o goleiro sofre com um futuro incerto. Seu contrato, que ainda não foi renovado pelo Peixe, vai até fim de dezembro deste ano. Essa novela se arrasta há algum tempo e as negociações seguem em andamento.

Por estar lesionado, o Santos não pode interromper seu contrato até a recuperação completa do mindinho do pé direito. A diretoria estuda a extensão do vínculo até o fim do tratamento =- não há previsão, depende de como Vladimir irá reagir — ou até o final de 2021, as conversas seguem abertas.

Santos