PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Em meio a novo surto de Covid, Matheus Ferraz exalta elenco do Fluminense

Matheus Ferraz elogiou opções da zaga do Fluminense  - Lucas Merçon/Fluminense FC
Matheus Ferraz elogiou opções da zaga do Fluminense Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

27/11/2020 14h50

Diante de um novo surto de contágio de Covid-19 no elenco, o zagueiro Matheus Ferraz demonstrou confiança no grupo do Fluminense e ressaltou que a equipe que o técnico Odair Hellmann escolher para encarar o Red Bull Bragantino "estará preparada para suprir todas as necessidades".

O goleiro Muriel, o zagueiro Digão, o lateral-esquerdo Danilo Barcelos e volante Yuri testaram positivo nos últimos dias e estão fora do confronto marcado para segunda-feira. Hudson, Fernando Pacheco, Egídio, Nino e Michel Araújo já haviam ficado fora do jogo com o Internacional, no último domingo, pelo mesmo motivo.

Em setembro, o clube das Laranjeiras apresentou cenário parecido. À época, nove jogadores indicaram estarem contaminados.

"É mais um episódio que vem acontecendo. Há um tempo, tivemos alguns casos, o que nos tirou muitos jogadores. Só que nosso elenco tem demonstrado força. Quem tem entrado tem correspondido bastante. Isso dá confiança para quem tem a oportunidade. Eu mesmo não vinha jogando e vou ter minha oportunidade. Todo mundo vem treinando bem. O Odair vem dando confiança para todos, sendo bastante coerente nas decisões. Tenho certeza que nesse jogo, a equipe que for entrar jogando, estará preparada para suprir todas as necessidades", disse.

Ferraz salientou o fato de as mudanças no time ocasionaram um prejuízo no entrosamento, mas, por outro lado, apontou que o treinador vem trabalhando da mesma forma com os jogadores que não vêm atuando de forma mais regular.

"O entrosamento não é o mesmo. Treinar com uma linha defensiva jogando direto faz cada um saber o movimento do outro, mas o Odair treina da mesma forma quem vinha jogando e quem não vinha. Acaba que cada um já fica sabendo o posicionamento. Vai ter de ter a superação, a vontade de cada um de fazer o melhor. A briga vem sendo boa. Isso fará com que os jogadores rendam muito bem no jogo", garantiu.

A última vez que o zagueiro jogou foi no clássico com o Botafogo, no início do mês passado. Ele assegurou que, depois da lesão, vinha se "cobrando muito para melhorar e buscar a oportunidade":

"Logicamente, nenhum jogador gosta de ficar fora, mas respeito muito a decisão do Odair. Ele tem todo meu respeito por tudo que tem feito aqui, pelo trabalho, coerência, oportunidades que vem proporcionado a vários jogadores. Eu sabia que, na minha posição, quem vinha jogando estava muito bem. Quando tive a oportunidade, pude manter uma sequência. Depois, sofri com lesão e perdi um pouco de espaço. Eu vinha me cobrando muito para melhorar, crescer e buscar a oportunidade. E agora terei a chance de sair jogando. Vou procurar fazer aquilo que eu tenho feito durante os treinamentos, que é me dedicar muito para poder ajudar a equipe".

Fluminense