PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Bastidores: Vasco muda rota na Argentina por conta de homenagens a Maradona

Vasco desembarcou em Buenos Aires no dia em que Maradona morreu: time enfrenta o Defensa y Justicia  - Rafael Ribeiro / Vasco
Vasco desembarcou em Buenos Aires no dia em que Maradona morreu: time enfrenta o Defensa y Justicia Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/11/2020 00h08

Classificação e Jogos

Com duelo contra o Defensa y Justicia (ARG), pelas oitavas da Copa Sul-Americana, marcado para esta quinta-feira (26), o Vasco desembarcou em Buenos Aires (ARG) justamente hoje (25), no triste dia da morte de Maradona. E as homenagens ao ídolo, que tomaram conta das ruas da capital argentina, fizeram com que o Cruz-maltino mudasse sua rota para hotel onde estão concentrados.

O roteiro original previa que a delegação passasse pelo Obelisco, tradicional monumento localizado no Centro e que é marcado por ser um ponto de encontro de manifestações. No entanto, o local foi tomado por um mar de fãs de "Don Diego", fazendo com que o ônibus tomasse outro caminho.

Jogadores e integrantes da comissão técnica se impressionaram com tamanha devoção à lenda desde que pisaram em Buenos Aires, quando constataram a tristeza de funcionários do aeroporto e da empresa que realiza a logística do clube de São Januário.

Argentinos do elenco, o atacante Germán Cano, o meia Martín Benítez, e o volante Léo Gil se manifestaram nas redes sociais. Cano disse: "Deus está com Deus. Será eterno, Diego!".

Benítez postou uma foto do craque com a palavra "eterno". Já Léo Gil deixou uma mensagem: "Partiu-nos aquele que nos ensinou o que é o amor pelo futebol. Até breve, Diego! Nos veremos novamente!".

Mais cedo, o Vasco já havia se manifestado oficialmente em suas redes sociais sobre a morte de Maradona, que se foi aos 60 anos em função de uma parada cardiorrespiratória.

Vasco