PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Argentinos se aglomeram em homenagem a Diego Maradona no Obelisco

Do UOL, em São Paulo

25/11/2020 20h31

Os fãs do craque argentino Diego Maradona estão se reunindo desde o final da tarde em torno do Obelisco para homenagear o ex-jogador, que morreu hoje aos 60 anos. Mesmo em meio à pandemia de covid-19, centenas de pessoas já eram vistas no monumento histórico do centro de Buenos Aires em torno das 19h no horário local (mesmo de Brasília).

As aglomerações devem aumentar ainda mais durante a noite, já que o local está sendo transformado numa espécie de "santuário" de Maradona, com faixas, bandeiras e fotos do ídolo argentino. A maioria das pessoas era vista usando máscaras como proteção contra o novo coronavírus.

Além do Obelisco, há concentração de fãs também na capital argentina em frente ao estádio La Bombonera, do Boca Juniors. Pelo clube, Maradona conquistou apenas um título, mas marcou seu nome na história da equipe com duas passagens marcantes.

O craque jogou no Boca no início da década de 1980, antes de se transferir para o Barcelona, e foi campeão argentino em 1981. Maradona voltou ao clube no final da carreira e fez sua despedida dos gramados em 1997, aos 37 anos, jogando um clássico contra o River Plate.

Atualmente, o ex-jogador vinha treinando o Gimnasia y Esgrima, da cidade de La Plata, mas teve que se afastar do cargo para realizar uma cirurgia no cérebro no início de novembro. Maradona ficou com a saúde abalada desde então e morreu hoje após sofrer uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, município vizinho a Buenos Aires.

Imagens da vida de Maradona

Futebol