PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Renato ironiza cobrança e coloca Grêmio na disputa por título do Brasileiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

23/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Renato Gaúcho ironizou a cobrança e os comentários sobre o desempenho do Grêmio feitos no início do Brasileiro. Quando, segundo ele, a imprensa dizia que o time não queria a competição, estava unindo pontos que hoje são importantes para estar na briga pelo título.

Com o empate de ontem em 0 a 0 com o Corinthians — que teve dois jogadores expulsos —, o Tricolor ocupa o oitavo lugar na classificação, com 34 pontos, e ainda um jogo disputado a menos que a maioria dos concorrentes.

As respostas mais "ácidas" de Renato aconteceram quando houve questionamento sobre o desgaste dos jogadores, que tentaram até o fim furar o bloqueio corintiano, sem sucesso, e na quinta-feira já encaram o Guarani do Paraguai pela Libertadores.

"O problema não é preservar, é agradar vocês (imprensa). Se põe reserva, é porque colocou reserva. Quando escala o titular, é porque não poupou. Minha decisão tinha sido tomada na sexta-feira. O Grêmio não põe uma equipe em campo por causa dos outros resultados, mas porque achamos que tem que colocar", disparou Portaluppi.

No início do Brasileiro, o Grêmio oscilou e sofreu com uma série de empates. Agora, Renato lembra dos pontos conquistados e questiona os comentários feitos naquela ocasião. Segundo ele, a equipe está, como sempre, na briga pelo título.

"O Grêmio está buscando o título, não uma vaga na Libertadores ou Sul-Americana. Não é lutar para não ser rebaixado. É o título. Isso, desde o início do campeonato. Alguns de vocês (jornalistas) disseram que o Grêmio não começou bem e acharam que o Grêmio não queria nada com Brasileiro. Agora, deviam pedir desculpas, dizer: "interpretamos mal o que estava acontecendo". O Grêmio começou mal e falaram isso, que não queria nada com Brasileiro", disse.

"Hoje o Grêmio está cinco pontos atrás do líder, e com um jogo a menos. Vamos brigar pelo título, é nosso primeiro objetivo. Se não fosse assim, por que eu escalaria os titulares hoje?", completou.

Renato ainda lembrou a série de empates de sua equipe, que na época soavam como tropeços mas hoje são, na opinião dele, pontos importantes. No início da disputa, o Tricolor chegou a empatar seis vezes em oito jogos entre a segunda e a nona rodadas.

"Diziam: o Grêmio empatou mais uma, e agora empatou mais uma. Então, junta todos aqueles pontos lá e olhem onde o Grêmio está. Em oitavo, cinco pontos atrás do líder. Se não fosse aqueles pontos, talvez não estivéssemos aqui. Estamos no campeonato para brigar pelo título. Se não der, depois vamos ver mais para frente", finalizou.

Renato Gaúcho inicia preparação para o jogo de quinta-feira, contra o Guarani-PAR. O Tricolor abre disputa por uma vaga nas quartas de final da Libertadores. Enquanto isso, além de lutar pelo topo no Brasileiro, segue na Copa do Brasil e terá pela frente o São Paulo na semifinal.

Grêmio