PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com dois a menos, Corinthians segura empate contra o Grêmio

Do UOL, em São Paulo

22/11/2020 22h32

O Corinthians empatou em 0 a 0 com o Grêmio, hoje (22), na Neo Química Arena, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, tendo jogado em inferioridade numérica durante mais de dois terços do jogo —primeiro com um, depois com dois jogadores a menos que o rival.

Com o resultado, o Alvinegro chega aos 26 pontos e ocupa agora a 13ª colocação do Brasileirão, porém com um jogo a mais que boa parte de seus concorrentes pela fuga das últimas posições. Já o Tricolor gaúcho soma 34 pontos e está em oitavo, ampliando sua sequência invicta para sete jogos na competição nacional.

Agora, o Corinthians enfrenta o Coritiba, quarta-feira (25), no Couto Pereira, pelo Brasileiro. O Grêmio, por sua vez, encara o Guaraní-PAR, quinta (26), às 21h30, em Assunção, pelas oitavas de final da Libertadores.

Quem foi bem: Fagner tem atuação irretocável

O lateral corintiano participou de boa parte das ações ofensivas do Corinthians, inclusive infiltrando pelo meio-campo, além de ter feito uma exibição segura defensivamente. Atuação irretocável.

Quem foi mal: Marllon deixa o Corinthians na mão

Além de ter deixado o Corinthians com um jogador a menos por quase dois terços da partida, Marllon tinha cometido duas falhas graves de cobertura que, por pouco, não resultaram em gols para o adversário. Partida péssima do zagueiro.

Critérios confusos

A partir do minuto 19, o protagonismo da partida ficou por conta do árbitro Caio Max Augusto Vieira. Foi quando o volante Darlan derrubou Otero, pouco depois de levar um cartão amarelo em uma falta menos intensa, mas não foi advertido com o segundo amarelo, fato que irritou o elenco alvinegro.

Dez minutos depois, as controvérsias só aumentaram. Após assinalar um cartão amarelo a Marllon, por um pontapé desferido pelo corintiano em Matheus Henrique, o árbitro sequer esperou a intervenção do VAR e, ao ver a canela do gremista coberta com sangue, mudou sua decisão anterior e expulsou o zagueiro. Alertado que o lance poderia ter outra interpretação, Caio revisou a jogada e manteve sua decisão final.

Outro lance discutível foi a não-aplicação de um cartão amarelo para Cantillo no último lance do primeiro tempo, quando o volante derrubou Jean Pyerre ao puxá-lo pela camisa. O corintiano também já tinha amarelo.

Na segunda etapa, em uma jogada aparentemente menos polêmica, o árbitro expulsou Otero após o venezuelano derrubar o atacante Luiz Fernando muito próximo da área. "Aparentemente", porque o meia alvinegro havia sido derrubado por Orejuela na origem da jogada, mas o árbitro não considerou que o lateral cometeu falta.

Atuação do Corinthians

Como era esperado pelas circunstâncias da partida, o Corinthians teve muito menos posse de bola que o Grêmio. Para ser mais exato, praticamente um terço. Apesar disso, levando em conta que o Alvinegro esteve em inferioridade numérica durante a maior parte do jogo, o time de Vagner Mancini conseguiu executar bem sua proposta de jogo, soube organizar bons contra-ataques principalmente na segunda etapa, mas novamente abusou dos erros nos chamados "últimos passes".

O resultado pode ter sido aquém ao esperado antes do jogo, considerando que o Corinthians necessita vencer em casa para se afastar das últimas posições. Entretanto, considerando as circunstâncias da partida e a postura da equipe, o saldo de hoje (22) foi positivo.

Atuação do Grêmio

O Grêmio não demorou muito até conseguir controlar o jogo de acordo com sua proposta. Foram seis finalizações somente na primeira etapa, mas, por incrível que pareça, o ânimo da equipe de Renato Gaúcho parece ter arrefecido após a expulsão de Marllon. Mesmo dominando os passes e, obviamente, a posse de bola, o Tricolor gaúcho quase não criou oportunidades claras de gol mesmo após ter sua superioridade numérica ampliada após o cartão vermelho recebido por Otero.

Fagner teve a bola do jogo nos pés

Mesmo com dois jogadores a menos, o Corinthians teve uma ótima oportunidade de gol aos 34 minutos do segundo tempo. Luan abriu espaço para Piton, que cruzou e foi cortado, mas Fábio Santos aproveitou bem o rebote achando Fagner livre na área. O lateral direito finalizou próximo à marca do pênalti, mas Vanderlei se esticou para buscar a bola no canto esquerdo e evitar o tento que seria histórico.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 0 x 0 GRÊMIO
Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 22/11/2020, às 20h30 (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima (RN)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Cantillo, Otero (Corinthians); Darlan (Grêmio)

Cartão vermelho: Marllon e Otero (segundo amarelo) (Corinthians)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Camacho), Cantillo (Xavier), Luan (Léo Natel), Jonathan Cafú (Lucas Piton) e Otero; Matheus Davó (Bruno Méndez).
Técnico: Vagner Mancini

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela (Churín), Geromel, Rodrigues e Cortez (Diogo Barbosa); Darlan (Pinares), Matheus Henrique (Victor Ferraz) e Jean Pyerre (Isaque); Luiz Fernando, Pepê e Diego Souza.
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol