PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

De quase dispensado a aposta de Felipão: Welinton ressurge no Cruzeiro

Welinton tem 18 jogos pelo Cruzeiro e fez dois gols com a camisa estrelada - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Welinton tem 18 jogos pelo Cruzeiro e fez dois gols com a camisa estrelada Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

11/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Cruzeiro está em seu quarto treinador na temporada e segue com o trabalho para colocar a casa em ordem após a chegada de Luiz Felipe Scolari. Porém, antes do início da segunda era Scolari na Toca da Raposa, muita coisa aconteceu em 2020. Formatação de um grupo com jovens apostas depois da debandada de atletas no começo do ano pela falta de dinheiro — e o rebaixamento —, troca de técnicos e mudanças de conceitos táticos.

Tudo isso mexeu muito com o psicológico, principalmente, de garotos, que sentiam o peso da gangorra pelas decisões diferentes de cada treinador que chegava.

Um atleta que sentiu o efeito das trocas de técnicos foi o atacante Welinton. Com apenas 19 anos, Torrão, como é conhecido, começou a ser utilizado como titular por Adilson Batista. Depois, teve certo espaço com Enderson Moreira, que por questões internas preferiu colocar o jogador em uma lista de dispensa com outros nomes, como Judivan, João Lucas e Giovanni, além de Patrick Brey, que à época negociava com um clube alemão — negociação que não vingou.

Porém, com a saída de Enderson e a chegada de Ney Franco, Welinton ganhou uma segunda chance. E agora escreve uma nova história com a confiança de Felipão, que tem defendido os jogadores novos da Raposa.

"Não veio a vitória, veio o gol de empate, terminamos o jogo com quatro, cinco, seis meninos da base, jogadores de 19, 21 anos, jogadores que estão dando conta do recado, sim", elogiou o treinador gaúcho após o empate por 3 a 3 com o Guarani, na 21ª rodada da Série B do Brasileirão.

Felipão e Weliton tiveram uma conversa na Toca II, o treinador disse que contaria com o jovem atacante, que ele tinha potencial e que o enxergava como peça importante para o elenco. Scolari ainda aconselhou, segundo pessoas próximas que revelaram ao UOL Esporte, para o garoto explorar mais a velocidade e "ir para cima dos adversários", passando confiança após muita turbulência vivida pelo camisa 21.

"O Felipão me deu uma oportunidade logo quando chegou e eu pude aproveitar. Ele confiou muito em mim, conversou comigo, me apoiou, disse que tenho capacidade para ir longe. Me deixou para cima, foi um treinador que chegou e me deu muita confiança nas palavras, pela ajuda no dia a dia e até mesmo por ser o treinador que ele é. Ele está ajudando muito, foi um cara que me deu liberdade para jogar. Graças a Deus, pude fazer esse gol para aumentar essa confiança ainda mais e espero seguir aproveitando as oportunidades que surgirem", disse Welinton ao UOL.

Cruzeiro