PUBLICIDADE
Topo

Santos

Horas após afastamento, Peres lança novo projeto de reforma da Vila Belmiro

Siga o UOL Esporte no

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

29/09/2020 12h00

O presidente José Carlos Peres anunciou na madrugada de ontem, horas após o Conselho Deliberativo decidir pelo seu afastamento e abertura do processo de impeachment, o novo projeto de reforma da Vila Belmiro. O "retrofit" tem assinatura do arquiteto Luiz Volpato, irmão de Fernando Volpato, atual executivo de operações do Santos.

O projeto é totalmente desvinculado do primeiro apresentado no ano passado, assinado pelo arquiteto Artur Katchborian. O primeiro anteprojeto já havia sido apresentado ao Conselho Deliberativo, onde foi bem recebido, e protocolado na prefeitura de Santos - com direito a apresentação exclusiva ao prefeito.

Katchborian esteve na WTorre para apresentar o projeto ao possível investidor no dia 1 de novembro de 2019. Sem resposta desde então, o arquiteto não sabe responder o motivo da troca no comando arquitetônico do retrofit.

"Não fui informado sobre a troca ou sobre detalhes do projeto que o Santos está fazendo com a WTorre. Apresentei o nosso projeto ao Walter Torre e seu grupo, mas não recebi resposta alguma do Santos sobre o resultado da reunião", disse Katchborian em contato com o UOL Esporte.

A apresentação do arquiteto ao Conselho Deliberativo do Santos foi uma das raras ocasiões em que o plenário avaliou positivamente uma proposição da atual gestão do presidente José Carlos Peres. Houve até uma conversa com o arquiteto antes da reunião no CD informando sobre a possível rejeição. Katchborian ainda aguarda uma posição do Santos.

O novo projeto, produzido por Luiz Volpato, precisará passar por aprovação no Conselho Deliberativo, órgão que votou pelo afastamento imediato de Peres na noite de ontem (28). A Mesa do Conselho recebeu uma apresentação do projeto e teve ótima impressão. A capacidade total é de 25 mil pessoas.

Procurado ainda ontem pela reportagem do UOL Esporte, principalmente para esclarecer o fato da troca no comando arquitetônico do projeto, o Santos se posicionou da seguinte forma:

"O novo projeto foi desenvolvido em parceira com a WTorre, com a finalidade de agregar características únicas e muito valorizadas pelo mercado de investidores que atenderão ainda mais as expectativas do torcedor santista, sendo estes fatores decisivos para sua escolha. O arquiteto responsável pela sua elaboração é um dos mais renomados da América Latina, com grande expertise em estádios e arenas multieventos, gozando de total confiança e credibilidade no mercado. O novo projeto já foi apresentado para a Mesa do Conselho Deliberativo em 9 de setembro, oportunidade em que foi solicitada a convocação de Assembleia Extraordinária para apresentação e deliberação em plenário referente ao projeto e ao modelo de negócios desenvolvido junto a WTorre. Em breve será realizado o lançamento público e os torcedores poderão conhecer os detalhes deste grandioso empreendimento".

Segundo Peres, a apresentação ao Conselho Deliberativo estaria marcada para o dia 7 de outubro. Questionado sobre a troca no comando do projeto, o presidente respondeu ao UOL Esporte que "o atual projeto se viabiliza por causa do shows". Ainda segundo o mandatário, o projeto seria inteiramente custeado pela WTorre.

Santos