PUBLICIDADE
Topo

Santos

Conselho do Santos aprova abertura de impeachment e afasta presidente Peres

José Carlos Peres, presidente do Santos - Ivan Storti/Santos FC
José Carlos Peres, presidente do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

28/09/2020 21h58

O Conselho Deliberativo do Santos aprovou o parecer da Comissão de Inquérito e Sindicância (CIS) que sugeriu a abertura do processo de impeachment contra o presidente José Carlos Peres. Foram 161 votos favoráveis ao parecer, seis contrários e nove abstenções. O mandatário foi imediatamente afastado do cargo.

Agora, o Peres ficará fora de seu posto até o final do processo de impeachment. Ele tem dez dias para apresentar defesa que será julgada pela CIS e pelo plenário novamente. Em caso de nova rejeição, será convocada uma Assembleia Geral de Sócios para a decisão final: o associado poderá votar para tirar o presidente do cargo ou mantê-lo. A decisão final é da Assembleia.

Peres já enfrentou uma Assembleia Geral de Sócios no seu primeiro ano de gestão, quando os sócios do Peixe votaram pela continuidade do mandatário no cargo.

A CIS ainda indicou o afastamento de todos os membros do Comitê de Gestão (CG) de Peres, com exceção do vice-presidente Orlando Rollo, que está afastado da gestão por escolha própria há mais de um ano. É Rollo quem deve assumir o clube na ausência de Peres e poderá nomear um novo CG.

O mandato do atual presidente santista acaba no final deste ano e as eleições estão marcadas para a primeira quinzena de dezembro. Por força de estatuto, nenhuma compra ou venda de jogador pode ser feita nos últimos três meses da gestão, ou seja, a partir de 1 de outubro.

Santos