PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter perde brilho inicial e vê campanha "na média" desde retorno à Série A

Eduardo Coudet, técnico do Inter, vê campanha oscilar e atingir "média" no Brasileiro -  Thiago Ribeiro/AGIF
Eduardo Coudet, técnico do Inter, vê campanha oscilar e atingir "média" no Brasileiro Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

28/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Campeonato Brasileiro de 2020 será único. Em razão da pandemia de novo coronavírus, o torneio não só está achatado em menos datas como há times com números de partidas diferentes. E, depois de uma arrancada impressionante, o Internacional oscilou bastante. Com isso, a pontuação atual não destoa das campanhas desde o regresso à elite.

O Colorado soma 21 pontos na classificação após empatar com o São Paulo na 12ª rodada. O primeiro colocado, Atlético-MG, tem três pontos a mais e um jogo disputado a menos. A equipe de Eduardo Coudet marcou 16 gols e sofreu oito até agora, com saldo positivo de oito.

Utilizando o recorte da 12ª rodada, o Inter tem campanha um ponto abaixo de 2018 e um acima de 2019.

Quando voltou da Série B, eram 22 pontos obtidos com o mesmo número de partidas, em quarto na classificação (todos os times tinham o mesmo número de jogos). A equipe treinada por Odair Hellmann tinha 15 gols marcados, oito sofridos, e sete de saldo nesta altura da competição.

Naquele ano, porém, o Colorado havia sido eliminado da Copa do Brasil e disputava apenas uma competição.

No ano seguinte, em 2019, quando chegou à 12ª rodada do Brasileirão, o Inter tinha — dentro de um calendário natural — já três competições em andamento. Estava no Brasileirão, na Libertadores e já havia ingressado na Copa do Brasil. A equipe somava 20 pontos, com 15 gols marcados e 10 sofridos, e o sexto lugar na tabela.

O resultado na temporada passada pode ser considerado satisfatório. Ainda que não tenha conquistado títulos, a equipe vermelha terminou a fase de grupos como uma das melhores campanhas da Libertadores, mesmo que estivesse no grupo do então campeão, River Plate. E foi eliminada para o time que venceria o torneio, Flamengo, nas quartas de final.

Na Copa do Brasil, o Inter chegou até a decisão, perdendo para o Athlético Paranaense. No Brasileiro, depois de conviver com troca de treinador e queda de rendimento, o time acabou em sétimo.

"O Brasileiro é muito parelho. Quando estávamos acima, sempre tivemos que pensar. Tudo depende de onde se faz a conta. No começo do campeonato, somamos pontos demais. E agora de menos. Se estivéssemos somando da mesma maneira do começo, estaríamos em primeiro com quatro ou cinco pontos de vantagem. Não creio que essa seja nossa realidade também. Estamos tratando de fazer o melhor possível e ver no dia a dia os jogadores que estão melhor", disse o técnico Eduardo Coudet.

O argentino entende que se deva compreender a temporada atual com as peculiaridades que ela tem. Em razão da paralisação, do acúmulo de jogos, da necessidade de conviver com uma pandemia que passa longe de estar sob controle, a cobrança e a avaliação de 2020 devam ser diferentes dos outros anos.

O Colorado está na Colômbia, onde amanhã encara o América de Cali pela quinta rodada do grupo E da Libertadores. A equipe lidera a chave com sete pontos.

Internacional