PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: 'Se não aceita ser preservado, Gabigol precisa corresponder'

Do UOL, em São Paulo

14/09/2020 17h39

Uma semana depois de ficar no banco no primeiro tempo da partida contra o Fortaleza e se mostrar descontente ao final na saída do gramado, depois de ter feito o gol da vitória, Gabigol não foi poupado pelo técnico Domènec Torrent contra o Ceará, mas seu desempenho, como o de todo o time do Flamengo, não foi bom. O camisa 9 rubro-negro perdeu duas oportunidades quando o placar estava empatado no jogo em que seu clube voltou a perder.

No podcast Posse de Bola #56, Mauro Cezar Pereira avalia a atuação dele e afirma que, se o jogador não quer ser poupado em algumas partidas, ele precisa mostrar dentro de campo, o que não foi o caso de Gabigol no jogo de ontem, que poderia ter outro resultado se ele tivesse aproveitado uma das chances que teve de marcar.

"O senhor Gabigol tem que ser questionado por uma razão muito simples: um jogador que sai de campo — oficialmente ninguém disse isso, mas você conversa com as pessoas sobre bastidores e todos confirmam que ele ficou de fato zangado contra o Fortaleza, oito dias antes, porque não foi titular. Entrou, fez o gol e saiu com raiva —. O cara que se acha nessa situação, ele não pode perder esse tipo de gol, simples assim", diz Mauro Cezar.

"Se ele aceita ficar no banco e volta, você vai dizer: 'perdeu o gol, acontece, é do jogo'. Já perdeu gols incríveis contra o Santos, até sem goleiro, ele tem perdido muitas oportunidades. O índice de aproveitamento dele está muito ruim em relação às chances criadas, a bola que chega em ótimas condições e o aproveitamento não está bom. Isso aí não é culpa do Dome, do Jesus ou sei lá de quem", completa o jornalista.

Mauro Cezar afirma que se o jogador não quer ficar na reserva em nenhuma partida, precisa mostrar que é decisivo e aponta que o aproveitamento de Gabigol nas oportunidades que recebeu na atual temporada não condiz com a exigência da titularidade em todas as partidas, mesmo quando o técnico pretende preservá-lo.

"Ele ontem perdeu dois gols que não pode perder, um jogador caro como ele e que não aceita ficar na reserva. Se você não aceita ficar na reserva, você vai ter que decidir todo jogo, irmão. A bola pintou na tua frente, você vai ter que guardar. Para quê? Para mostrar 'viu porque eu não posso ficar na reserva? Eu não erro, ou eu erro uma vez a cada cem'. Não é assim, a estatística dele não é essa", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol