PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Yaya Touré sugere contratar prostitutas e é excluído de jogo beneficente

Yaya Touré deixou o clube chinês Qingdao Huanghai no começo do ano e está atualmente sem clube - Visual China Group/Getty Images
Yaya Touré deixou o clube chinês Qingdao Huanghai no começo do ano e está atualmente sem clube Imagem: Visual China Group/Getty Images

Colaboração para o UOL, em Santos

05/09/2020 13h39

O meia Yaya Touré foi excluído de um jogo beneficente promovido pela Unicef por sugerir, em um grupo de WhatsApp com seus colegas de time, a contratação de prostitutas no hotel cinco estrelas em que estariam hospedados.

De acordo com a imprensa inglesa, o jogador que chegou a ser envolvido em negociação com o Botafogo enviou ao grupo um vídeo de uma mulher nua, dizendo que poderia conseguir 19 trabalhadoras sexuais ela. Integrantes da equipe, dentre eles mulheres, enviaram suas queixas à organização.

O evento, chamado de Soccer Aid, acontecerá amanhã no estádio Old Trafford, em Manchester, na Inglaterra, e tem como objetivo arrecadar fundos para o auxílio de crianças em situação de vulnerabilidade.

O volante, ex-Barcelona e ex-Manchester City, se desculpou pelo que descreve como "uma piada" por meio de uma declaração publicada em suas redes sociais.

"Gostaria de me desculpar a todos os envolvidos no Soccer Aid pela brincadeira inapropriada, da qual eu me arrependo profundamente", escreveu o atleta.

Ele se justifica que a sugestão de contratar prostitutas foi uma brincadeira, mas admite que lhe "faltou consideração pelos sentimentos dos outros participantes".

"Independentemente das circunstâncias, eu assumo total responsabilidade. Sou um homem adulto e não deveria fazer tais brincadeiras. Sinto muito pelo meu erro e desejo a todos o melhor no Soccer Aid no domingo", escreveu.

Um representante do Soccer Aid confirmou que Yaya não participará do evento amanhã, depois de o assunto ser discutido com o jogador.

"Ao mesmo tempo em que foi um erro de julgamento, sentimos que o comportamento não se alinha com os valores do evento e de sua causa. Foi a decisão correta de ele se retirar da partida deste ano", disse.

Desde que saiu do Manchester City em 2018, Yaya jogou no Olympiacos (Grécia) e pelo QD Huanghai (China). Atualmente, está sem clube.

Futebol