PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Barcelona demite técnico Quique Setién e fala em 'ampla reestruturação'

O Barcelona oficializou hoje a demissão do técnico Quique Setién após eliminação na Liga dos Campeões - ALBERT GEA
O Barcelona oficializou hoje a demissão do técnico Quique Setién após eliminação na Liga dos Campeões Imagem: ALBERT GEA

Do UOL, em São Paulo

17/08/2020 15h23Atualizada em 17/08/2020 16h19

O Barcelona oficializou hoje a demissão do técnico Quique Setién após eliminação na Liga dos Campeões, em uma goleada por 8 a 2 contra o Bayern de Munique.

De acordo com anúncio no site oficial do clube, esta é a primeira decisão dentro de um plano de "ampla reestruturação" da equipe, "que será feita a partir do consenso entre a atual secretaria técnica e o novo treinador, que será anunciado nos próximos dias".

Na postagem, foi incluída uma arte que agradece a Setién pelo trabalho e lhe deseja boa sorte. Em sua passagem, foram conquistadas 16 vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Vindo do Real Betis ao Barça em 13 de janeiro, o treinador teve uma passagem de sete meses, liderando a equipe em 19 jogos na Liga Espanhola, três na Liga dos Campeões e três na Copa do Rei.

Enquanto foi vice-colocado na liga nacional, perdendo o título para o Real Madrid, Setién chegou às quartas de final da Champions League e da Copa.

De acordo com o Mundo Deportivo, são três os nomes mais fortes para assumir o cargo: o ex-meia Xavi, revelado no próprio Barcelona; Mauricio Pochettino, ex-técnico do Tottenham, e Ronald Koeman, atual técnico da seleção holandesa.

Este último fez história como jogador do Barcelona e, segundo o veículo, é um desejo antigo da diretoria da equipe, que tentou contratá-lo após a demissão de Ernesto Valverde, antecessor de Setién.

Barcelona