PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter trata novo reforço como prevenção à saída de Bruno Fuchs

Ricardo Duarte/Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/Internacional

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

09/08/2020 12h00

Prevenir é melhor que remediar. O Internacional levou o ditado ao pé da letra e trata a contratação de Lucas Ribeiro, do Hoffenheim, como ação de planejamento diante da (forte) possibilidade de Bruno Fuchs ser negociado. Os dois zagueiros são considerados semelhantes em alguns atributos e se encaixam no conceito de jogo de Eduardo Coudet. Além das características, o desencaixe de datas nas janelas de transferência pesou.

O mercado brasileiro aceita jogadores que estão no exterior até a próxima semana. Atletas que estão no Brasil, no entanto, podem deixar o país até setembro — como na janela de transferências das principais ligas europeias.

"Estamos, de certa forma, nos preparando para ofertas que possam vir. No momento, não existe nada", disse Alessandro Barcelos, vice de futebol.

Eduardo Coudet foi ainda mais claro. O treinador disse que conta com Fuchs, mas não sabe por quanto tempo.

"Tenho que acompanhar o clube, a necessidade que pode haver. Sabemos que é um jogador pretendido por times importantes e também sabemos que o clube precisa vender jogadores para seguir firme como instituição. Ainda conto com ele, mas não sei por quanto tempo", resumiu o técnico.

Fuchs já teve o nome ligado ao Monaco e também Milan. Equipes de Portugal também fizeram sondagens. A saída dele é estimada desde janeiro, quando passou a treinar entre os titulares. A negociação é considerada vital para ajudar nas finanças do Internacional, que detém 100% dos direitos econômicos do jogador.

Futebol