PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Blogueiros elegem os favoritos às vagas de Libertadores no Brasileirão

São Paulo, de Fernando Diniz, é apontado pela maioria dos blogueiros como candidato à vaga na Libertadores - Rubens Chiri
São Paulo, de Fernando Diniz, é apontado pela maioria dos blogueiros como candidato à vaga na Libertadores Imagem: Rubens Chiri

Do UOL, em Santos (SP)

07/08/2020 12h00

Resumo da notícia

  • Blogueiros destacam os times favoritos a ficar com as vagas para a Libertadores
  • "Tem tanta vaga que entram 5 grandes, 2 médios e uma zebra", diz Milton Neves
  • Danilo Lavieri: "Palmeiras e Grêmio são os que devem chegar mais perto do Fla"
  • Marcel: "Grêmio, se não preferisse priorizar Libertadores, seria favorito ao título"
Classificação e Jogos

A Série A do Campeonato Brasileiro de 2020 começa amanhã (8), com três jogos agitando a primeira rodada: Fortaleza x Athletico-PR, às 19h, no Castelão, Coritiba x Internacional, 19h30, no Couto Pereira, e Sport x Ceará, na Ilha do Retiro, às 21h. Atual campeão, o Flamengo recebe o Atlético-MG, domingo (9), às 16h, no Maracanã, em jogo que coloca frente a frente dois times favoritos ao título, segundo os colunistas do UOL Esporte.

Além dos palpites sobre quem ficará com a taça ao final do ano, os blogueiros apontam também quem são os principais candidatos às vagas para a Copa Libertadores. Confira as respostas:

ANDRÉ ROCHA

Além de Flamengo, Atlético-MG e Palmeiras, a dupla Gre-Nal sempre forte, o Corinthians de Tiago Nunes, mesmo com os problemas financeiros do clube, e o Athletico Paranaense, também competitivo. Santos e São Paulo poderiam entrar também, mas no momento são grandes incógnitas.

Leia o blog do André Rocha.

DANILO LAVIERI

Palmeiras e Grêmio são os que devem chegar mais perto do Flamengo. Mesmo sem o poder de antes e sem suas principais estrelas, as equipes são as que têm o elenco mais qualificado. Os garotos do Alviverde são a grande esperança. Em BH, Sampaoli faz do Atlético-MG um time capaz de brigar e sonhar alto, mas o elenco ainda está abaixo do Flamengo. O Internacional, apesar de ainda estar sofrendo em Grenal, tem tudo para se adaptar ao treinador e fazer um bom campeonato.

Leia o blog do Danilo Lavieri.

JULIO GOMES

Atlético-MG

Não sei o que a gastança do Galo representará no futuro, mas Sampaoli foi vice-campeão com um time pior em mãos. É provável que o Atlético faça um ótimo Brasileirão e acabe entre os quatro primeiros.

São Paulo

O São Paulo não tem conquistado nada, mas tem time bom o suficiente, com ou sem troca-troca de técnicos, para estar entre os quatro no fim do campeonato.

Grêmio

A permanência de Renato é muito importante para o clube seguir, com consistência, entre os melhores do Brasil. É possível que Everton saia e o nível caia, mas ainda assim é plausível acreditar no Grêmio entre os melhores

Internacional

É apenas o primeiro ano de Coudet, mas o Inter deu alguns bons sinais e deve ser um time mais confiável nos pontos corridos do que no mata-mata.

Red Bull Bragantino

Tem bom time, dinheiro, estabilidade e, ao contrário dos outros, não tem crises semana sim, semana não. O campeonato com portões fechados, pelo menos no início, beneficia clubes que dependem menos de torcida, como o Bragantino. Certamente fará um campeonato de meio de tabela, com chances reais de Libertadores.

Athlético-PR

Esta já é a realidade do Furacão há alguns anos: disputar a Libertadores. O Athlético não entra mais no Brasileiro apenas para ficar na elite. Ainda não tem bala para disputar título, talvez nunca tenha, mas vai estar entre os primeiros mais vezes do que não.

Corinthians

É o Corinthians. Não joga nada. Mas vai ter resultados e, como muita gente se classifica para a Libertadores, vai estar nessa disputa. O técnico é bom e ganhou fôlego com a surpreendente chegada à final do Paulista, depois de estar praticamente eliminado.

Leia o blog do Julio Gomes.

MARCEL RIZZO

Corinthians, São Paulo, Bragantino, Fluminense, Grêmio e Athletico.

O Grêmio, se não preferisse sempre priorizar a Libertadores, poderia aparecer como favorito ao título. Vamos ver como Renato Gaúcho vai lidar com isso esse ano. Tiago Nunes parece ter achado o estilo do Corinthians mais fechado que deu certo em anos recentes e ainda acho que Diniz possa melhorar o São Paulo. Bragantino tem elenco jovem e dará trabalho, Athletico um time bem montado e o Fluminense me parece interessante com Odair.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MENON

1) Palmeiras - Tem bom elenco, mas está demorando para jogar um futebol convincente.

2) Internacional - O trabalho de Coudet é embrionário e pode crescer

3) Corinthians - Tiago Nunes adotou um estilo mais pragmático e cuidadoso. O suficiente para ganhar uma vaga.

4) Furacão - Perdeu Rony, mas tem elenco homogêneo e treinador competente.

5) São Paulo - o campeonato e por pontos corridos, o que minimiza o amarelão de alguns jogadores e o estilo pouco comprometido com a defesa de seu treinador.

Leia o blog do Menon.

MILTON NEVES

Tem tanta vaga que entram cinco grandes, dois médios e uma zebra.

Leia o blog do Milton Neves.

PERRONE

Atlético-MG, Internacional, Grêmio, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Red Bull Bragantino e Athletico.

Nesse pelotão espero muito de Atlético-MG e Internacional. Bons elencos e bons técnicos. A conferir.

Leia o blog do Perrone.

RENATO MAURÍCIO PRADO

Flamengo, Atlético-MG, Palmeiras, Grêmio e Inter, favoritos ao título, além do Athletico Paranaense.

Leia o blog do Renato Maurício Prado.

RODRIGO MATTOS

Palmeiras - Tem um elenco recheado de jogadores de bom nível, porém vem exibindo um futebol bem abaixo do que pode. Deve ser o suficiente pelo menos para brigar por ficar na Libertadores.

Internacional - Início de trabalho promissor de Coudet que ainda precisa evoluir. O elenco é de bom nível, não parece ser o suficiente para brigar por título

Red Bull Bragantino - Caiu para o Corinthians, mas exibiu o melhor futebol no Estadual mais difícil que é o Paulista. Seu estilo de jogo de ter a bola tende a evoluir e a permitir o domínio de boa parte dos jogos.

São Paulo - Tem um elenco do nível do palmeirense, mas dificuldades comuns aos times de Fernando Diniz. Para ir além da Libertadores, só se acertar o seu sistema de pressão sobre a bola e conseguir mais objetividade no toque de bola.

Leia o blog do Rodrigo Mattos.