PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Vim para fazer história": 3 anos depois, o que Neymar ganhou no PSG

Neymar comemora o terceiro gol do amistoso entre Le Havre e PSG - BENOIT TESSIER/REUTERS
Neymar comemora o terceiro gol do amistoso entre Le Havre e PSG Imagem: BENOIT TESSIER/REUTERS

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/08/2020 14h59

Hoje, dia 4 de agosto, Neymar Jr completa 3 anos como jogador do Paris Saint-Germain. O camisa 10 da seleção brasileira foi contratado, na época, por 222 milhões de euros (1,28 bilhão na cotação atual), se tornando o jogador mais caro de toda a história do futebol.

O jogador chegou à capital francesa ovacionado pelos fãs parisienses e teve seu nome projetado em um telão na Torre Eiffel - um dos principais pontos turísticos do país, com as cores do PSG (azul e vermelho) e a frase "Bem-Vindo Neymar". Mais tarde naquele dia, as cores verde e amarela também foram projetadas no ícone mundial da França em forma de homenagem ao país natal do atleta.

No dia em que foi apresentado dentro de campo aos torcedores que lotaram o Parque dos Príncipes, Neymar disse a seguinte a frase: " Estou muito feliz, para mim é outro grande sonho que estou vivendo. Vim para um grande desafio e espero contar com todos vocês. Vim aqui para fazer história".

Neymar fez história no PSG? Confira os títulos que o atacante conquistou e seus número até o momento:

Campeonato Francês - 2017/18, 2018/19 e 2019/20

Copa da França - 2017/18 e 2019/20

Copa da Liga Francesa - 2017/18, 2019/20

Supercopa da França - 2018

São oito títulos conquistados em apenas três anos de PSG. Além disso, o jogador disputou 82 partidas, tem 70 gols e 39 assistências. Uma média de 1,32 em participação direta para o gol por jogo com a camisa da equipe francesa.

Neymar ainda tem a chance de engrandecer ainda mais a sua passagem pelo PSG, já que a equipe conquistou uma vaga para as quartas de final da Liga dos Campeões, após eliminar o Borussia Dortmund nas oitavas. Com isso, o time de Thomas Tuchel ainda alimenta o sonho de conquistar esse título inédito da competição europeia, liderado pelo jogador brasileiro.

Futebol