PUBLICIDADE
Topo

Santos

Conselho Deliberativo do Santos reprova contas de Peres por maioria

José Carlos Peres, presidente do Santos - Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
José Carlos Peres, presidente do Santos Imagem: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

03/08/2020 22h05

O Conselho Deliberativo do Santos reprovou, por ampla maioria, na noite de hoje (3), as contas do exercício de 2019 do presidente José Carlos Peres. A reunião ocorreu de forma virtual e seguiu a indicação do Conselho Fiscal (CF), que analisou a defesa do mandatário sobre a primeira reprovação e recomendou nova reprovação.

O CF já havia indicado a reprovação das contas mesmo com o superávit de R$ 23,5 milhões, escorado nos R$ 190 milhões da venda de Rodrygo. No ano de 2018, o Peixe fechou com R$ 77 milhões de déficit e a explicação foi que os valores da venda do "raio" só seriam computados no ano seguinte. Ainda assim, não houve igual superávit para "compensar" o déficit.

O Conselho Deliberativo já havia votado reprovado as contas. O estatuto determina que, nesses casos, o presidente apresente sua defesa ao Conselho Fiscal e que o novo parecer seja apreciado outra vez pelos conselheiros, o que ocorreu hoje (3).

Agora, o caso vai para a Comissão de Inquérito e Sindicância (CIS), que pode pedir abertura de processo de impeachment contra Peres. O afastamento precisaria de aprovação dos sócios. Porém, pode ser pedida a expulsão do dirigente do quadro associativo. Nesse caso, a decisão é só do Conselho Deliberativo.

Santos