PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com aval de Peres, intermediário oferece Sasha ao Grêmio e cinco no mercado

Eduardo Sasha comemora gol marcado contra o Botafogo - Ivan Storti/Santos FC
Eduardo Sasha comemora gol marcado contra o Botafogo Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini, Marinho Saldanha, Thiago Fernandes e Marília Ruiz

Do UOL, em Santos (SP), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e São Paulo

03/08/2020 04h00

O intermediário americano Jackson Staack ofereceu nos últimos dias o atacante Eduardo Sasha ao Grêmio. O empresário tem uma carta assinada pelo presidente José Carlos Peres autorizando-o a negociar seis atletas do Santos com direito a uma comissão de 7% do valor da negociação.

A carta timbrada e assinada pelo mandatário santista, que data de dezembro de 2019, autoriza Staack e seu advogado, o italiano Paolo Bordonaro, a negociar sete jogadores do Santos: os meias Cueva (que não está mais no clube) e Jean Mota, os pontas Arthur Gomes e Tailson, e os centroavantes Eduardo Sasha, Yuri Alberto e Kaio Jorge.

Presidente do Santos autoriza intermediário a negociar jogadores - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

As dificuldades financeiras enfrentadas pelo Santos não são novidade. O Peixe tem mais de três meses de direito de imagem atrasados e fez um corte salarial de 70% durante o período de paralisação do futebol, mesmo sem acordo coletivo com os atletas —o que ocasionou dois processos pedindo rescisão contratual, de Everson e do próprio Sasha.

A oferta do intermediário americano não passou por Sasha e seu estafe. O atacante não teria ambiente para atuar na Arena. Em 2016, quando defendia o Inter, ele se envolveu em polêmica com o clube ao dançar a 'valsa dos 15 anos' remetendo ao período sem conquistas importantes do rival. Depois das conquistas do Grêmio, da Copa do Brasil e da Libertadores, foi xingado pelos jogadores do elenco, principalmente Luan, hoje no Corinthians.

O Grêmio, de fato, se interessa por um jogador da posição de Sasha e já intensifica a busca no mercado. Com André afastado, sem jogar há mais de 300 dias, o clube tem Luciano como alternativa para Diego Souza. Porém, o ex-jogador do Fluminense ainda não conseguiu se firmar na equipe —ainda que ontem tenha sido importantíssimo no suado triunfo sobre o Novo Hamburgo, pela semifinal do segundo turno do Gauchão.

Alternativa desde o ano passado, ele soma 34 jogos e apenas seis gols. Renato Gaúcho ainda tem Isaque como opção, mas o jogador alterna utilização como centroavante e meia e não é considerado o ideal para ser reposição imediata ao comando de ataque.

O Tricolor ainda não firmou oferta por qualquer jogador da função. Segundo apurou o UOL Esporte, neste momento a direção, em parceria com Renato Gaúcho, estudam a melhor alternativa. Os avanços devem ocorrer a partir desta semana, quando os eleitos serão procurados para algo efetivo.

Futebol