PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo chega a acordo com nova família de vítima do Ninho do Urubu

Incêndio no Ninho do Urubu completou um ano em fevereiro - Folhapress
Incêndio no Ninho do Urubu completou um ano em fevereiro Imagem: Folhapress

Alexandre Araújo e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

20/07/2020 18h13

O Flamengo, no fim da tarde de hoje (20), chegou a um acordo com a família de Jorge Eduardo, uma das 10 vítimas fatais do incêndio do Ninho do Urubu, que aconteceu em fevereiro do ano passado. Desta forma, o Rubro-Negro alinhou seis indenizações em 11 negociações.

Segundo o UOL Esporte apurou, os familiares do jovem indicaram que, quase um ano e meio após a tragédia, o assunto já causava cansaço e havia uma vontade de recomeçar.

Até o momento, dos casos finalizados, além da família de Jorge Eduardo, há o aperto de mão com as famílias de Athila Paixão, Bernardo Piseta, de Gedson Santos, o Gedinho, de Vitor Isaias, e com o pai de Rykelmo.

A informação sobre o acordo foi publicada, primeiramente, pelo site do "Globo Esporte" e confirmada pelo UOL Esporte.

Rodrigo Dunshee, vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo, celebrou o acordo em uma rede social.

"Fechamos mais um acordo. Dessa vez com a família do Jorge Eduardo. É uma satisfação enorme poder anunciar. Que Deus abençoe essa família e cuide muito do Jorge Eduardo", publicou.

A diretoria ainda conversa com os familiares de Arthur Vinícius, Christian Esmério, Pablo Henrique e Samuel Thomas. A mãe de Rykelmo acionou a Justiça.

Flamengo