PUBLICIDADE
Topo

'Pior jogo sob o comando do Jorge Jesus', diz Zinho sobre final da Taça Rio

Zinho, comentarista dos canais Fox Sports - Reprodução/Fox Sports
Zinho, comentarista dos canais Fox Sports Imagem: Reprodução/Fox Sports

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/07/2020 21h08

Classificação e Jogos

Na edição de hoje do Expediente Futebol, Zinho afirmou que o Flamengo fez ontem, diante do Fluminense, na final da Taça Rio, seu pior jogo sob o comando do treinador Jorge Jesus. A partida terminou empatada em 1 a 1, mas o título ficou com o time tricolor após vitória nos pênaltis por 3 a 2.

"O Fluminense foi mais aplicado, mais focado na decisão, teve humildade de entender suas limitações físicas e técnicas e transformou isso em uma obediência tática. Méritos ao Odair Hellmann por isso. (...) O esquema montado diminuiu os espaços do Flamengo, que estava em uma noite muito infeliz. Para mim, o pior jogo do time sob o comando de Jorge Jesus. Tecnicamente, taticamente, o Flamengo foi muito diferente do que apontamos como favorito. Ninguém fez nada diferente, só o Pedro, que entrou bem no jogo e fez um gol", declarou o ex-jogador.

Zinho ainda afirmou que Jorge Jesus estava irreconhecível no campo técnico, sem a vibração e a cobrança costumeiras. Na opinião do comentarista, o comportamento do treinador influenciou o modo com que os jogadores atuaram em campo.

"O Fluminense não deu espaços para a criatividade do Flamengo. A criatividade foi nula. Um péssimo jogo do Flamengo e um ótimo desempenho tático do Fluminense, que definiu o jogo com uma bola. O Fluminense conquistou o título merecidamente pela atitude, foco, concentração. O Flamengo parece que entrou para um jogo comum, muito pela atitude do treinador. O Jorge Jesus parecia outra pessoa, não estava elétrico, vibrando, correndo, cobrando, como de costume. Ele estava calado. E, obrigado, Fluminense! De um campeonato ridículo, manchado por tantas coisas feias fora do campo, vamos ter dois jogos com emoção", completou.

UOL Esporte vê TV