PUBLICIDADE
Topo

Inter consegue R$ 6,5 milhões em uma semana e espera mais ainda em julho

Ricardo Duarte/SC Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

06/07/2020 04h00

O Internacional conseguiu quase R$ 6,5 milhões em uma semana com negócios no mercado da bola e espera por mais um aporte nos próximos dias. O dinheiro todo é visto como um alívio para a situação financeira do clube, difícil antes mesmo da pandemia do novo coronavírus e chamada internamente de 'muito preocupante' com os quase quatro meses sem jogos.

A semana milionária do Inter passa pela saída de Gustagol ao Jeonbuk Motors, da Coreia do Sul, e acerto com o Al Ain-EAU por Erik, lateral esquerdo de 19 anos.

Ainda em julho, o Beira-Rio também deve receber depósito do Talleres-ARG como rescaldo da transferência de Guilherme Parede. Por contrato, o clube de Córdoba deve pagar cerca de 280 mil dólares (R$ 1,4 milhão na cotação atual) ao Internacional.

O dinheiro argentino se juntará às notas coreanas e árabes.

Dono de 15% dos direitos econômicos de Gustavo, o Inter assegurou 450 mil dólares (R$ 2,3 milhões na cotação atual) na operação que o Corinthians tocou com o Jeonbuk. O jogador já deixou Porto Alegre.

Erik aguarda detalhes burocráticos para embarcar rumo ao Oriente Médio. O Inter conseguiu o que queria e fechou acordo com o Al Ain: 750 mil dólares (R$ 3,9 milhões na cotação atual) por metade dos direitos econômicos do lateral esquerdo, que havia sido realocado para o time sub-20 antes da parada.

A negociação de Erik é vista como excelente pelo valor que rende agora e por garantir 50% do atleta, de olho em eventual negociação futura.

Os recursos servirão para o Internacional manter pagamentos em dia com funcionários, jogadores e comissão técnica. Os vencimentos de maio ficaram atrasados e geraram reunião entre os dirigentes e o elenco.

Futebol