PUBLICIDADE
Topo

Comentarista da Fox critica Fla por cobrar jogo: 'Não pensou no torcedor'

Paulo Lima, comentarista da Fox Sports - Reprodução/Fox
Paulo Lima, comentarista da Fox Sports Imagem: Reprodução/Fox

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/07/2020 19h05

Para Paulo Lima, o Flamengo "pisou na bola" ao cobrar R$ 10 pela transmissão da semifinal da Taça Rio, contra o Volta Redonda, amanhã (5), às 16h.

Presente no Expediente Futebol de hoje, o comentarista usou o recente o anúncio do novo patrocinador master do Rubro-Negro, o Banco BRB, para questionar a postura do atual campeão brasileiro e da Libertadores.

"Evidente que, quando você fala em produto, e o Flamengo é um produto de excelência neste momento, você vai falar: 'Opa! Chegou a hora'. Evidente que você tem este lado da balança, precisa arrecadar, sustentar esses caras, que ganham substancialmente bem, mas você tem que ver o lado da galera. Esse é o lado da dificuldade. Se em algum momento você tem a balança para pesar, por que tem que pesar para o clube?", questionou Paulo Lima.

"Quanto o Flamengo faturou para botar quatro letrinhas na frente? Quanto o Flamengo faturou para botar na manguinha, na chuterinha, no banner que faz entrevista coletiva, na publicidade em torno no Ninho do Urubu? (...) Tem despesa? Evidente que tem, mas, no primeiro jogo que você tem a possibilidade de botar o Flamengo em exibição, você vai lá e cobra do torcedor?", completou.

Para o comentarista, o Flamengo não pensou no torcedor ao estabelecer um preço para acompanhar o jogo de amanhã. A partida será transmitida pela plataforma 'MyCujoo', e sócio-torcedor não para para ver a partida.

"O momento não era esse. Pisou na bola. Há outras maneiras de faturar. Faz um contrato com a operadora que comprou. R$ 10 pode não ser nada no bolso do (Rodolfo) Landim, mas pode ser muito no bolso daqueles que precisam de R$10 para ajudar no sustento da família. Pisou na bola do Flamengo. Nessa hora, não pensou no torcedor", defendeu Paulo Lima.

UOL Esporte vê TV