PUBLICIDADE
Topo

Ceni aceita atraso salarial para o Fortaleza pagar demais funcionários

Rogério Ceni, técnico do Fortaleza, durante partida da equipe na temporada passada - Thiago Ribeiro/AGIF
Rogério Ceni, técnico do Fortaleza, durante partida da equipe na temporada passada Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

03/07/2020 04h00

Em meio à crise financeira por causa da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, pediu a Rogério Ceni que aceitasse o atraso de um mês de remuneração para que pudesse manter a folha salarial dos demais funcionários em dia. O treinador concordou prontamente com a oferta feita pelo mandatário. Os seus auxiliares também toparam as condições apresentadas pela cúpula. Procurado para falar sobre o tema, o dirigente negou: "Não, nenhum atraso, tudo negociado, tudo conversado. É uma questão de foro íntimo do clube, está todo mundo trabalhando normal".

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Fortaleza