PUBLICIDADE
Topo

"Zagueiro ideal" de Sampaoli, Gabriel se encanta com técnico no Atlético-MG

Gabriel é elogiado por Jorge Sampaoli e se destaca no retorno ao Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético-MG/Divulgação
Gabriel é elogiado por Jorge Sampaoli e se destaca no retorno ao Atlético-MG Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG/Divulgação

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

23/06/2020 04h00

Jorge Sampaoli, quando ainda defendia o Santos, apontou Gabriel, à época emprestado ao Botafogo, como o "zagueiro ideal" para buscar no mercado da bola em uma possível saída de Gustavo Henrique ou Lucas Veríssimo. Ele chegou a colocar o defensor em uma lista de reforços. Um ano depois, o argentino o comanda no Atlético-MG.

No único jogo sob a batuta do treinador, o atleta de 25 anos entrou em campo como titular. Ele deve permanecer na condição, mesmo com a chegada de reforços para o setor — Bueno foi contratado, e Júnior Alonso está na mira.

Em entrevista ao UOL Esporte, Gabriel falou sobre ser valorizado por Jorge Sampaoli: "Muito feliz com esse reconhecimento do Sampaoli, um treinador que tem uma história, um dos maiores do mundo. É uma honra, um prazer enorme trabalhar com ele, compartilhar o dia a dia. Tenho aprendido bastante a cada treino, a cada palestra. Ele tem nos passado coisas que jamais teria visto no futebol e tem agregado muito para o meu crescimento", disse.

Em que pese a admiração de Jorge Sampaoli, Gabriel ainda não teve a oportunidade de conversar com o técnico separadamente.

"Não tive ainda essa oportunidade de conversar com ele pessoalmente, mas trocamos várias informações durante os treinos e as palestras. Como eu disse, temos aprendido bastante com o seu conceito de jogo, a sua maneira de jogar. É um treinador muito consciente, muito claro às suas ideias. Vamos fazer o melhor para que tenhamos um êxito muito grande no reinício da temporada", comentou o zagueiro, que descarta a condição de titular absoluto neste momento, mas reforça a experiência adquirida no Botafogo:

"Titular absoluto eu nunca me considerei, mas o Gabriel que voltou do Botafogo é completamente diferente do Gabriel em sua primeira passagem pelo Galo. Evoluí bastante. O jogador precisa disso, precisa de rodar para adquirir uma experiência, uma bagagem ainda maior. Esse período no Botafogo foi muito bom, muitas coisas boas. O Gabriel que retorna é completamente do Gabriel que saiu", concluiu.

Atlético-MG