PUBLICIDADE
Topo

Juca: "Corinthians tem que estar preocupado em não quebrar definitivamente"

Do UOL, em São Paulo

20/05/2020 04h00

O Corinthians apresenta problemas financeiros, ainda não teve suas contas referentes a 2019 aprovadas e o balanço publicado, mas nomes de possíveis reforços, como o argentino Carlitos Tevez e Jô, foram ventilados, assim como uma já rechaçada possibilidade de Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, virar diretor no clube alvinegro para ajudar no acerto das finanças.

No podcast Posse de Bola #33, o jornalista Juca Kfouri cita o discurso do ex-presidente corintiano Mario Gobbi, pregando uma gestão mais enxuta caso volte a ser mandatário no clube, e diz que a preocupação principal do Corinthians no momento deve ser em não quebrar financeiramente.

"Tem uma pessoa fazendo um discurso correto, o discurso que eu não sei se prevalecerem as eleições, o corintiano suportará, que é o Mário Gobbi, dizendo que, se for eleito, não vai montar uma diretoria política que atenda os grupelhos que existem no Corinthians, que vai montar uma diretoria profissional e que a prioridade será sanear as contas do Corinthians. Em última análise, eu não sei se isso não será decisivo para não elegê-lo presidente. Ele está propondo uma política de pés no chão, realista, esqueça títulos nos próximos três anos, o Corinthians tem que resolver a sua vida econômica para poder pensar amanhã em ser campeão", diz Juca.

"Você não pode assumir o Corinthians hoje planejando ter um grande time, porque não há condições objetivas para o Corinthians ter um grande time na situação em que o Corinthians está. O Corinthians tem que estar preocupado em não quebrar definitivamente", completa o jornalista.

O colunista do UOL lembra os passos dados pela diretoria corintiana após o título mundial de 2012, com contratações caras como a do atacante Alexandre Pato e a inauguração da Arena Corinthians, que foi sede da abertura da Copa do Mundo de 2014, mas hoje representa uma dívida grande para o clube.

"O Corinthians se meteu em todas as aventuras, a menor delas é o Pato, que foi enorme, foi um equívoco estrondoso, mas a pior delas, evidentemente, é o estádio, que em vez de o Corinthians continuar jogando aqui no Pacaembu, onde se dava muito bem, fez o que fez, construiu lá o seu castelo de mármore e paga a duríssimas penas porque não imaginava que teria que pagar", diz Juca, citando uma declaração sua dada no Posse de Bola 30, em que explicou a questão do estádio.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol