PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo ignora recomendação da Prefeitura e mantém treinos em CT

Jogadores do Flamengo treinam sem o distanciamento necessário no Ninho - Reprodução/TV Globo
Jogadores do Flamengo treinam sem o distanciamento necessário no Ninho Imagem: Reprodução/TV Globo

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/05/2020 22h33

O Flamengo retomou os treinos, enfrentou a oposição da Prefeitura do Rio de Janeiro, mas seguirá com seus planos. Após reunião do Comitê Científico do órgão, encontro que contou com a presença de Márcio Tannure, chefe do departamento médico do clube, foi reiterado que as atividades não estão incluídas dentre as atividades essenciais. O Rubro-negro, no entanto, irá manter o cronograma e amanhã (21) o elenco é aguardado.

Por meio de nota, a Prefeitura reforçou que "as atividades não essenciais permanecem suspensas até o dia 25 de maio, o que inclui o treinamento de atletas, sendo permitidas atividades relacionadas à fisioterapia e reabilitação dos jogadores".

Nos últimos dois dias, os jogadores do Flamengo foram aos campos do Ninho do Urubu, ainda que divididos em turnos diferentes, medida adotada para evitar a aglomeração.

A Prefeitura lembrou o alto contágio da Covid-19 e ressaltou que "aguarda a abertura dos 1000 leitos em sua rede, prevista para os próximos dias, e a diminuição para 0,01 do índice da curva que mede a velocidade de contágio na Cidade, hoje em 0,031, para o retorno seguro e gradual às atividades".

O clube abriu as portas de seu centro de treinamento aos jogadores também sem o aval do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que não foi informado sobre os propósitos da volta.

O clube fez uma ofensiva junto ao presidente Jair Bolsonaro, partidário do retorno do futebol o quanto antes. Mesmo sem o sinal verde definitivo das autoridades, o Rubro-negro segue firme em seu propósito de voltar com sua rotina nrmal.

Flamengo