PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Com jogos suspensos, jogadores do Leeds adiam salário para salvar empregos

O Leeds United afirmou que a suspensão dos jogos pode custar "vários milhões de libras" para seus cofres - James Gill - Danehouse/Getty Images
O Leeds United afirmou que a suspensão dos jogos pode custar "vários milhões de libras" para seus cofres Imagem: James Gill - Danehouse/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 12h25

Os jogadores, a comissão técnica e a diretoria do Leeds United aceitaram voluntariamente adiar o recebimento dos salários para manter os empregos de todas as pessoas que trabalham para o clube.

A iniciativa foi liderada pelo técnico do clube inglês, Marcelo Bielsa. A temporada do futebol inglês está suspensa até o dia 30 de abril por conta da pandemia de coronavírus, reduzindo a receita dos times.

O Leeds United afirmou que a suspensão dos jogos pode custar "vários milhões de libras" para seus cofres.

"Meus jogadores demonstraram um incrível senso de unidade e união e estou orgulhoso de suas ações", disse o diretor de futebol do Leeds, Victor Orta, em comunicado.

O Reino Unido já tem mais de 9.500 casos confirmados e 456 mortes em decorrência da covid-19.

Futebol