PUBLICIDADE
Topo

Como estão os emprestados pelo Santos em 2020

Felippe Cardoso, atacante emprestado pelo Santos ao Fluminense - Lucas Merçon/Fluminense FC
Felippe Cardoso, atacante emprestado pelo Santos ao Fluminense Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

25/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Santos tem 11 jogadores emprestados somando clubes nacionais e estrangeiros
  • Alguns deles tinham contrato válido somente até abril, data inicialmente prevista para o término dos estaduais
  • Outros acertaram empréstimo até o fim do ano, enquanto dois estrangeiros retornam no meio da temporada

O Santos tem 11 jogadores emprestados por diferentes períodos durante a temporada 2020. Enquanto alguns deles vem se destacando nos clubes onde estão, outros vem tendo poucas oportunidades.

A lista conta com os laterais Romário e Matheus Ribeiro, os zagueiros Fabián Noguera, Sabino e Cléber Reis, o volante Guilherme Nunes, o meia Rafael Longuine e os atacantes Felippe Cardoso, Rodrigão, Lucas Braga e Copete.

Dentre os principais destaques estão o lateral Romário, titular do surpreendente Mirassol, que faz boa campanha no Campeonato Paulista. Foram oito jogos do lateral esquerdo e um gol marcado. O contrato de empréstimo se encerra em abril, e ele tem contrato com o Peixe até o final de 2022.

Quem também vinha se destacando era o meia Rafael Longuine. Foram sete gols em 11 jogos pelo CRB antes de romper o ligamento cruzado do joelho direito. O clube alagoano não tentará romper o vínculo do jogador e aposta que o atleta retorna aos gramados ainda neste ano. Longuine está emprestado até o encerramento desta temporada e tem vínculo com o Peixe até maio de 2021.

Lucas Braga é outro que entra na lista dos destaques. Titular da Inter de Limeira do técnico Elano, ele atuou em dez jogos com boas atuações e assistência na vitória sobre o Corinthians, dentro da Arena. O atacante está emprestado até o fim de abril e possui contrato com o Santos até maio de 2022.

Os defensores Matheus Ribeiro e Sabino são outros que vem tendo oportunidades como titular. No Coritiba desde o ano passado, Sabino segue atuando bastante na equipe paranaense: foram nove jogos e um gol marcado. Situação parecida com a de Matheus Ribeiro, que atuou sete vezes e marcou também um tento pela Chapecoense. Ambos estão emprestados até o fim do ano. Sabino tem vínculo com o Santos até setembro de 2022, enquanto o contrato do lateral se encerra ao final desta temporada.

Os centroavantes Felippe Cardoso e Rodrigão têm um gol cada na temporada. Emprestado ao Ceará, Rodrigão não é titular absoluto e soma oito jogos. Ele fica no clube cearense até o fim do ano e tem vínculo com o Peixe até maio de 2022. Já Felippe Cardoso foi titular em três partidas e entrou em outras duas pelo Fluminense. O empréstimo do centroavante também vai até o final do ano e o contrato com o Santos até 10/2023.

Cléber Reis, zagueiro emprestado para a Ponte Preta até dezembro, é outro que não se firmou como titular. Ele atuou em cinco jogos no ano e tem vínculo com o Santos até janeiro de 2022.

Os outros três atletas que completam a lista pouco atuaram no ano. Noguera, no Ponferradina (ESP), soma sete jogos na temporada 2019/2020, mas apenas um no atual ano. Outro estrangeiro que pouco jogou é Copete. O colombiano passou por Pachuca (MEX) e Everton, do Chile, com apenas quatro jogos no ano de 2020. Ambos retornam em julho e tem vínculo válido até o fim de 2021.

Fechando a lista, Guilherme Nunes foi o último emprestado pelo Santos. Ele acertou com a Portuguesa para disputar a Série A-2 do Campeonato Paulista, mas só entrou em campo uma vez antes da paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. O acordo com a Lusa vai até maio, enquanto vínculo com o Peixe vence somente em dezembro de 2023.

Santos