PUBLICIDADE
Topo

Não vislumbro o término do Paulistão em 2020, diz presidente do S. André

Presidente Sidney Riquetto, do Santo André - Reprodução/Bandeirantes
Presidente Sidney Riquetto, do Santo André Imagem: Reprodução/Bandeirantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/03/2020 13h33

A Federação Paulista de Futebol (FPF) determinou, nesta segunda-feira, a suspensão do Campeonato Paulista por causa da pandemia do coronavírus. O presidente do Santo André, Sidney Riquetto, no entanto, não concordou com a decisão da entidade.

Em entrevista ao Jogo Aberto desta tarde, o dirigente disse que foi voto vencido e defendeu a paralisação do Estadual apenas ao final da primeira fase. Além disso, Riquetto acredita que, devido a evolução da covid-19, o Paulistão não terminará em 2020.

"Eu fui voto vencido. A posição do Santo André era que ao menos se fizessem essas duas rodadas faltantes. Eu entendo que, terminando a primeira fase, você já decide a vida de pelo menos dez clubes, que são os oitos classificados e os dois rebaixados. A situação agora ficou, juridicamente, confusa, porque, pelo andar da carruagem, com essa evolução que, infelizmente, o coronavírus vem apresentando, eu não consigo vislumbrar o término deste campeonato em 2020", disse o presidente.

"E nós vamos ter o quê? Quem vão ser os rebaixados? Quem são os classificados que vão receber as premiações de primeiro a oitavo? Então, entendi que neste aspecto pelo menos, a conclusão da primeira fase resolveria a vida desses dez clubes, e os outros seis ficariam fora do campeonato já sem preocupação", completou.

Detentor da melhor campanha do Estadual, o Santo André lidera o Grupo B, com 19 pontos. Com a mesma pontuação, mas uma vitória a menos, o Palmeiras é o segundo colocado da chave.

UOL Esporte vê TV