PUBLICIDADE
Topo

De Pelé a Marinho: Santos faz paródias de filmes indicados ao Oscar

Marinho virou o Coringa em paródio do Santos antes do Oscar - Divulgação/Santos
Marinho virou o Coringa em paródio do Santos antes do Oscar Imagem: Divulgação/Santos

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 21h46

O Santos aproveitou a cerimônia do Oscar 2020 para fazer uma paródia com os indicados ao principal prêmio da noite, que é o de melhor filme. Sobrou até para Pelé.

O primeiro indicado foi uma paródia de "Era uma vez em... Hollywood", com Eduardo Sasha e Diego Pituca nos lugares de Leonardo DiCaprio e Brad Pitt.

Na versão santista, os atores viraram Eduardo DiCaprio e Brad Pittuca.

Outro filme a ganhar uma paródia foi Ford vs Ferrari, que virou Santos v Milan, a partida que deu o bicampeonato mundial ao clube alvinegro em 1963.

A próxima homenagem foi a "Adoráveis Mulheres", que trouxe as imagens de algumas Sereias da Vila, como Ketlen, Critiane e Thaisinha.

O filme "1917", que trata da Primeira Guerra Mundial, virou "1912", o ano de fundação do Santos.

Já o atacante Marinho virou "Míssil Curinga" e acabou com uma maquiagem semelhante a do protagonista de "Coringa".

A parceria entre Pelé e Coutinho virou "História de um Grande Casamento", nome parecido ao do filme "História de um Casamento".

O ex-volante Renato acabou retratado como "O Sevilhano", em referência aos anos jogando pelo Sevilla, na versão santista de "O Irlandês".

Pelé voltou a aparecer para "Uma jornada anti-ódio", paródia de "Jojo Rabbit".

Por fim, "Parasita" virou "Para: Zito", homenagem a Zito, ex-capitão do time praiano.

Santos