PUBLICIDADE
Topo

Como foram os inícios de trabalho de Jesualdo nos outros clubes que passou

Jesualdo Ferreira treino o Santos sob chuva no CT - Ivan Storti/Santos FC
Jesualdo Ferreira treino o Santos sob chuva no CT Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

09/02/2020 04h00

O início do técnico Jesualdo Ferreira no comando do Santos não vem sendo fácil. Apesar de liderar o grupo A do Campeonato Paulista e só ter uma derrota em quatro jogos, o português tem sofrido críticas de parte da torcida pelo desempenho do Peixe em campo. O treinador já afirmou que precisa trabalhar para melhorar e, para isso, é necessário tempo.

Até aqui, o Peixe venceu dois jogos, empatou um e só perdeu o clássico para o Corinthians. O UOL Esporte buscou todos os inícios de trabalho do português para entender se esses resultados estão acima ou abaixo da média dos trabalhos vencedores de Jesualdo, campeão em três continentes.

Além do Santos, o português passou efetivamente por 14 clubes, sendo dez de Portugal, um da Espanha, um da Grécia, um do Egito e um do Catar. Foram, no entanto, 15 trabalhos, já que Jesualdo soma duas passagens pelo Braga (POR). Em termos de pontuação, seis deles tiveram um início melhor, um foi igual e outros oito ficaram abaixo do que conseguiu no Peixe até agora.

No Zamalek SC (2014), do Egito, Jesualdo iniciou engatando quatro vitórias consecutivas: o melhor início do treinador. No Porto (2006), onde foi tricampeão português, o técnico começou com três triunfos e um empate - mesma campanha de quando chegou ao Sporting (2012).

Completam a lista de seis melhores inícios de trabalho o Atlético CP (1985) e o Braga (2013), com três vitórias e uma derrota, além do Benfica (2001), quando largou vencendo dois jogos e empatando outros dois.

Em um de seus primeiros trabalhos, à frente do modesto Silves (1985), Jesualdo teve o mesmo início que apresenta no Santos: duas vitórias, um empate e uma derrota.

Na maioria, porém, o começo de Jesualdo foi abaixo dos resultados que já tem no Peixe. No Panathinaikos (2011), da Grécia, o português empatou um jogo e somou três derrotas nos primeiros quatro jogos. Mesma campanha do início comandando o Estrela da Amadora (1990). Nenhuma vitória também em seu começo no FC Alverca (2000): dois empates e duas derrotas.

No Acadêmica OAF (1984), o português largou com uma vitória e três derrotas. Jesualdo teve campanha pouco melhor, mas ainda inferior ao início no Peixe, em seu começo como treinador do Al-Sadd (2015), do Catar: uma vitória, um empate e duas derrotas. Lá venceu quatro títulos.

Na primeira passagem pelo Braga (2002) e com o Torreense (1986) teve uma vitória, dois empates e uma derrota nos primeiros duelos, enquanto venceu dois jogos e perdeu outros dois em seu começo no Málaga (2010), da Espanha.

O Santos faz o quinto jogo sob o comando de Jesualdo Ferreira amanhã (10), às 20h, contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

Santos