PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Atlético-MG desenvolve projeto para aprimorar as categorias de base

Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, participa de trabalho nas divisões de base ao lado de Chávare - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, participa de trabalho nas divisões de base ao lado de Chávare Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

06/02/2020 12h00

O Atlético-MG tem dado cada vez mais importância para a transição das categorias de base para o elenco profissional. Este se tornou o carro-chefe da diretoria desde as chegadas de Rui Costa, executivo de futebol, e Júnior Chávare, diretor das divisões de base.

A dupla promoveu, no fim da última semana, um evento na Cidade do Galo que recebeu o nome de 'Galo Coaching'. O projeto consiste no aprimoramento do departamento de formação por meio de novos conhecimentos entre os colaboradores da agremiação.

"O evento marca uma nova era para que o Galo possa evoluir ainda mais, não apenas na formação de seus atletas, mas também dos profissionais que fazem parte do dia a dia do departamento de futebol. O presidente Sette Câmara sempre teve muito zelo e cuidado com a formação de todos esses profissionais, especialmente nas categorias de base", afirma Júnior Chávare, diretor da base do clube.

Durante o evento, houve palestras das mais diversas áreas da base e do profissional do clube, além de mesas temáticas com a criação de normas e cartilhas entre os departamentos envolvidos com o futebol do Galo como um todo, com o intuíto de desenvolver e aprimorar ainda mais o elo entre os funcionários das categorias de base.

"São gestos importantes do clube, que mostram integração da formação de base com o profissional. O projeto que fomos desafiados a construir todos os dias é de deixar um legado no clube. É uma obsessão do presidente, ele tem desafiado a mi, ao Júnior (Chávare) e a todos os colaboradores para que a gente sempre tenha o olhar no presente, que é o futebol profissional, mas sem deixar de lado aquela que é o futuro do clube, que está aqui na formação. Trata-se de mais um evento importante de um clube formador, que tem essa visão de conexão entre base e profissional", explica Rui Costa, que comanda a diretoria executiva do futebol profissional.

"Estamos tentando trazer dois conceitos principais ao Galo Coaching. O processo se tornar cultutra, e a informacao se tornar conhecimento. Para isso, temos que unir a base inteira para todo mundo entender de tudo, e com isso todos conseguirem contribuir um com o outro", aponta o coordenador metadológico do clube, Fabio Moraes.

Futebol