PUBLICIDADE
Topo

B. Guimarães sobre Lyon: "Juninho quer me fazer o melhor volante do mundo"

Bruno Guimarães foi um dos destaques do Brasil na vitória por 1 a 0 contra o Peru - Lucas Figueiredo/CBF
Bruno Guimarães foi um dos destaques do Brasil na vitória por 1 a 0 contra o Peru Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Danilo Lavieri

Do UOL, em Armênia (Colômbia)

29/01/2020 09h00

Classificação e Jogos

Contratado pelo Lyon por R$ 115 milhões, Bruno Guimarães está pelos exames para ter a sua saída anunciada do Athletico. Ainda concentrado com a seleção brasileira para o Pré-Olímpico, o meio-campista falou pela primeira vez sobre a oportunidade de jogar no futebol europeu e revelou que está engajado em um papo quase que diário com Juninho Pernambucano, que é ex-jogador e atual dirigente da equipe francesa.

A participação do ex-meio-campista no negócio, inclusive, foi decisiva para que o capitão da seleção escolher jogar pelo clube francês, e, não, pelo Atlético de Madri, agremiação europeia que o cortejou por mais tempo, mas não conseguiu fechar a negociação.

"Pesou o Juninho me ligar. Ele me falou que vai me fazer o melhor volante do mundo. Acreditei muito nas palavras dele. Ele sempre foi super sincero comigo, jogou aberto. Eu acho que 90% da minha ida para lá é graças a ele. Ele foi super sincero, leal, me ofereceu um projeto de carreira bacana e fico muito feliz", afirmou o atleta após a vitória por 5 a 3 contra a Bolívia.

"Fico feliz da ligação do Juninho, da ligação do treinador e da do presidente. Todos me falaram o quanto eu seria importante no clube. O Atlético de Madri sempre teve a preferência, mas nunca veio falar comigo. O Lyon me queria mais do que todos os times e estou feliz para ir para lá", completou.

Se já tiver condições de estrear pelo Lyon até lá, Bruno Guimarães poderá defender o time francês pela primeira vez na Liga dos Campeões justamente diante da Juventus, do Cristiano Ronaldo. O meia admitiu que já deu uma olhada na tabela de sua nova equipe, mas evitou se alongar sobre o assunto.

"Eu vi que a tabela está contra eles, mas não consigo imaginar. Vamos ver os exames e ai pensar nisso", afirmou. "Estou muito focado aqui. Conversei com Juninho, ele me falou do inverno, de outras coisas. É chegar lá para se adaptar", completou.

O Lyon enviará representantes para a Colômbia para finalizar o acordo e realizar exames médicos. Tudo isso acontecerá dentro da concentração da seleção brasileira em Armênia. A comissão técnica da seleção abriu as portas para o mercado da bola durante o torneio, procedimento já adotado por Tite com a equipe principal.

Seleção Brasileira