PUBLICIDADE
Topo

Fluminense goleia Bangu, chega à liderança do Grupo B e complica Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/01/2020 17h52

Classificação e Jogos

Contando com um inspirado zagueiro Luccas Claro, que fez dois gols, o Fluminense goleou o Bangu por 5 a 1, hoje (26), em Moça Bonita (RJ), e alcançou a liderança do Grupo B da Taça Guanabara. Os outros tentos foram marcados por Yago, Felippe Cardoso e Gabriel Capixaba, com Juliano descontando para os banguenses.

De quebra, o Tricolor deixou o rival Vasco em situação complicada na competição, uma vez que agora o clube das Laranjeiras tem nove pontos assim como o Madureira. Já o Cruzmaltino tem apenas quatro restando apenas nove pontos em disputa. O Volta Redonda, com seis, é outro que está na frente do time de São Januário.

Vale lembrar que se classificam para as semifinais da Taça Guanabara os dois primeiros colocados de cada grupo.

Na próxima quarta-feira (29) o Fluminense tem pela frente o clássico com o Flamengo no Maracanã. O Rubro-negro tem atuado com um time formado por muitos jogadores sub-20.

O melhor - Miguel

O jovem de 16 anos novamente foi destaque. Além da assistência para o primeiro gol, o meia fez boas jogadas individuais e não se furtou em arriscar, cobrando faltas diretamente para a meta e arriscando de longe.

O pior - Digão

Já experiente, o zagueiro Digão cometeu um pênalti de novato, caindo na artimanha de Otávio de frear e esperar o contato do adversário tricolor.

Bela testada e gol

Logo aos sete minutos do primeiro tempo, o jovem Miguel bateu escanteio da direita com perfeição e encontrou Luccas Claro que, com uma bela testada, abriu o placar para o Fluminense.

Digão comete pênalti e Bangu empata

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Aos 32, Otávio recebeu lançamento, dominou com categoria e iria sair na cara do goleiro Muriel. O zagueiro Digão, porém, chegou atropelando o jogador do Bangu e cometeu pênalti claro. Juliano, na cobrança, empatou.

Zagueiro-artilheiro

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

O zagueiro Luccas Claro estava inspirado e pegou a veia de artilheiro. Aos 37, ele recebeu um cruzamento perfeito de Egídio e, de cabeça, colocou o Fluminense novamente na frente do placar.

Estreia com gol

O estreante Yago Felipe começou com pé direito, deixando o dele aos 30 do segundo tempo após ser muito bem servido por Felippe Cardoso.

E teve mais

Aos 37, Felippe Cardoso acreditou numa "bola perdida" e, em dividida com o zagueiro, chutou para gol e surpreendeu o goleiro Matheus Inácio, anotando o quarto do Tricolor. Na comemoração, o atacante se emocionou e, apontando para o céu, gritou: "Jesus, você é maravilhoso!".

Gol no 1º toque na bola

Mais uma prata-da-casa tricolor, Gabriel Capixaba precisou de apenas um toque na bola após entrar em campo para deixar o dele de cabeça após cruzamento da direita, aumentando a goleada.

Flu explora jogadas aéreas

O Fluminense soube explorar bem as bolas aéreas e foi por lá que chegou aos seus gols. Com zagueiros altos e fortes, o Tricolor contou ainda com o pés afiados de Miguel e Egídio nos cruzamentos.

Bangu dá espaços

O Bangu fez até uma partida franca com o Fluminense, mas pecou bastante na marcação, cedendo espaços no sistema defensivo.

Miguel ganha titularidade

Destaque na rodada anterior, Miguel, de apenas 16 anos, ganhou a vaga de titular do Fluminense no lugar do meia Yago.

Três estreantes

O Fluminense promoveu três estreias no jogo de hoje: o volante Henrique, o lateral esquerdo Egídio e o meia Yago.

Não é por falta de investimento

Novamente o gramado de Moça Bonita chama a atenção pelo seu visual "estranho". E o curioso é que, anualmente, o Bangu recebe uma verba da Ferj justamente para tratá-lo e deixá-lo em boas condições técnicas e visuais.

BANGU 1 X 5 FLUMINENSE
Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique e Guilherme Vogas Tavares
Cartões amarelos: Michel (BAN); Digão (FLU)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Luccas Claro, aos 7 minutos do primeiro tempo (FLU); Juliano, aos 33 minutos do primeiro tempo (BAN); Luccas Claro, aos 37 minutos do primeiro tempo (FLU); Yago Felipe, aos 30 minutos do segundo tempo (FLU); Felippe Cardoso, aos 37 minutos do segundo tempo (FLU); Gabriel Capixaba, aos 42 minutos do segundo tempo (FLU)

Bangu
Matheus Inácio, Raul, Michael, Rodrigo Lobão e Dieyson; Sidney, Rodrigo Yuri, Juliano, Alex Chander e Washington e Octávio
Técnico: Eduardo Allax

Fluminense
Muriel, Igor Julião, Digão, Luccas Claro e Egídio; Henrique, Dodi, Yago, Miguel e Matheus Alessandro; Lucas Barcelos
Técnico: Odair Hellmann

Fluminense