PUBLICIDADE
Topo

Fluminense aposta em volta de Muriel e joia para manter 100% contra o Bangu

Destaque do Flu contra a Portuguesa, Miguel ganhou vaga no time titular  - Lucas Merçon/Fluminense FC
Destaque do Flu contra a Portuguesa, Miguel ganhou vaga no time titular Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

26/01/2020 04h00

Classificação e Jogos

Com duas vitórias em dois jogos, o Fluminense tem a melhor campanha dos grandes no Campeonato Carioca. Embalado pelo bom início de competição, o Tricolor tenta manter os 100% de aproveitamento contra o Bangu, hoje (26), em Moça Bonita, às 16h. O Flu terá retornos importantes e uma novidade no time titular: o jovem Miguel, que mudou o jogo na vitória sobre a Portuguesa.

Para a partida, o técnico Odair Hellmann terá cinco reforços à disposição: regularizados, o lateral-esquerdo Egídio, o volante Henrique e o meia Yago Felipe devem fazer suas estreias com a camisa tricolor, enquanto o capitão Digão, de contrato renovado, e o goleiro Muriel, recuperado de lesão, voltarão ao time.

Com novas peças, o treinador poderá formar um time mais próximo do que imagina para o 2020 do Tricolor, apesar de ainda ter muitos desfalques. Na vitória sobre a Portuguesa, foram 15. Dos prováveis titulares, ainda seguem fora o meia Ganso, poupado, o zagueiro Nino, que está com a seleção olímpica, e os atacantes Marcos Paulo e Evanílson, lesionados.

Além disso, o lateral-direito Gilberto e o volante Hudson terão descanso após atuarem nas duas primeiras partidas. Já Yuri, que não atuou contra a Lusa, pode voltar ao time. Titular em 2019, ele disputa vaga com Dodi, que mostrou serviço em 2020 e agradou a Odair.

Assim, o Flu deve ir a campo com Muriel, Igor Julião, Digão, Luccas Claro e Egídio; Henrique, Dodi (Yuri), Yago Felipe e Miguel; Matheus Alessandro e Lucas Barcellos.

Do lado do Bangu, que também está invicto, a esperança é que o fator casa faça a diferença em favor do Alvirrubro, que disputou dois jogos e tem dois empates, contra Resende e Vasco. A equipe, entretanto, fará sua estreia em Moça Bonita, estádio conhecido por ser um "caldeirão" por conta das altas temperaturas no bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, o mais quente da cidade. O técnico Eduardo Allax tem dúvidas no ataque, que deve ser formado por Jairinho e Matheus Silva.

Fluminense