PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Flamengo leva susto, mas aproveita erros e vence de virada o Volta Redonda

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/01/2020 19h58

Pela terceira vez seguida, os jovens garotos da equipe sub-20 entraram no Maracanã para defender o time principal do Flamengo pela Taça Guanabara, primeira fase do Campeonato Carioca. Neste sábado, o rubro-negro recebeu o Volta Redonda e venceu de virada, por 3 a 2, gols de João Lucas, Rodrigo Muniz e Bill, que fez um golaço após sair do banco; João Carlos e Saulo marcaram para os visitantes.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Maurício Souza chega aos sete pontos e continua com uma das vagas de classificação para a fase semifinal do torneio. Já o Volta Redonda perde a invencibilidade, mas ainda tem boas chances de brigar até o final por uma das vagas do Grupo B — o líder no momento é o Madureira, que tem 100% de aproveitamento.

Na próxima rodada do campeonato estadual, o Flamengo fará o seu segundo clássico no ano, contra o Fluminense, no Maracanã. O jogo está marcado para o dia 29, às 20h30. O Volta Redonda atuará novamente fora dos seus domínios, desta vez diante do Bangu.

Flamengo x Volta Redonda

O melhor - Yuri

O ousado camisa 11 rubro-negro já tinha ido bem no clássico com o Vasco e repetiu a dose diante do Volta Redonda. Insinuante, criou jogadas esbanjando habilidade e dribles.

O pior - Lucas Silva

Este rótulo tinha tudo para ser dado ao lateral direito João Lucas, mas como o futebol prega peças, ele teve a atuação salva pelo gol que marcou, em que contou com a sorte. Sobrou, então, para Lucas Silva a indesejada classificação. O atacante perdeu um gol feito e esteve disperso.

Bernardo faz gesto de silêncio para torcida do Fla

Conhecido do futebol carioca, Bernardo, ex-Vasco, aprontou das suas no Maracanã. Após cobrar o escanteio que ocasionou no gol de cabeça do atacante João Carlos, o meia se virou para a torcida do Flamengo e fez gesto para que ela calasse a boca.

Jesus na área!

Assim como aconteceu no clássico contra o Vasco, o técnico Jorge Jesus compareceu ao Maracanã para assistir ao duelo do Flamengo contra o Volta Redonda. Ele ficou na cabine de transmissão número 2 do estádio acompanhado de seu auxiliar João de Deus.

Atuação do Flamengo

Novamente, os meninos do Flamengo tiveram dificuldade para lidar com uma equipe experiente. Muito intenso e com pouca força física, o time ficou refém da velocidade e pecou muito nas finalizações, situação que já tinha ocorrido no duelo diante do Macaé, na estreia da equipe nesta edição do Campeonato Carioca. O time mudou a postura no segundo tempo e conseguiu a virada, após aproveitar os erros individuais do adversário.

Atuação do Volta Redonda

Mais experiente e com a confiança em alta após o 100% de aproveitamento nas duas primeiras rodadas da Taça Guanabara, o Volta Redonda conseguiu segurar bem a pressão dos meninos do Flamengo e deu pouco espaço para o rubro-negro. Na única chance que teve na primeira etapa, o atacante João Carlos não desperdiçou e colocou o time em vantagem. No entanto, as falhas individuais fizeram com que o time sofresse no segundo tempo e levasse a virada.

Fla tem dificuldades de furar bloqueio do Voltaço

O Flamengo teve dificuldades para furar o bloqueio do Volta Redonda, principalmente no primeiro tempo. O Rubro-negro possuía até mais posse de bola, mas não conseguia ser objetivo em seus ataques. Nas vezes em que chegou, foi mais por falhas do adversário que por mérito próprio.

Voltaço explora bem os contra-ataques

Disposto a se defender, o Volta Redonda soube utilizar bem sua estratégia e chegou bem nos contra-ataques. Com bons passes do meia Bernardo, ex-Vasco, e avanços em velocidade do lateral esquerdo Luiz Paulo, o time da Cidade do Aço incomodou o Flamengo.

A História do Jogo

Como já era esperado, os garotos do Flamengo começaram a partida ditando o ritmo do confronto, com muita intensidade e infiltração na última linha da equipe adversária. No entanto, a maior dificuldade dos donos da casa era finalizar com perigo na meta defendida pelo goleiro Douglas — problema que já tinha aparecido no confronto diante do Macaé.

Aos 12 minutos, aconteceu a primeira chance real de gol, quando o atacante Rodrigo Muniz finalizou com força e a bola só não estufou as redes porque o arqueiro do time visitante fez grande defesa. O lance deu a impressão de que o rubro-negro tinha descoberto a maneira de finalizar mais na meta adversária, porém foi o contrário, já que quem abriu o placar foi o Volta Redonda.

Na primeira vez que o time visitante chegou no ataque, Bernardo cobrou o escanteio com perfeição e o atacante João Carlos cabeceou, sem chances para o goleiro Gabriel Batista. Atrás do placar, o Flamengo aumentou a intensidade e conseguiu chegar ao empate aos três minutos do segundo tempo, com o lateral João Lucas. Após pegar o rebote e chutar de maneira esquisita, a bola entrou após falha do goleiro Douglas, que foi mal pela primeira vez em toda partida.

O ritmo intenso continuou e a virada veio aos 30 minutos, com o atacante Rodrigo Muniz, que aproveitou a falha da zaga para cabecear com estilo, para o chão. Quando tudo indicava uma vitória dos donos da casa, o Volta Redonda chegou ao segundo gol com Saulo, que veio do banco e aproveitou erro da defesa rubro-negra.

O gol da vitória do Flamengo veio apenas aos 44 minutos, quando Bill, que tinha acabado de entrar no campo, bateu com força, cruzado, e levou os mais de 20 mil torcedores à loucura.

A Torcida

O Maracanã não esteve lotado como durante boa parte da temporada de 2019 do Flamengo, com média de aproximadamente 60 mil pessoas, mas o público de pouco mais de 20 mil foi mais uma mostra de que os torcedores querem ver e apoiar os garotos sub-20. Além disso, a marca continua sendo a melhor dentre todos os times do Campeonato Carioca deste ano.

Retrospecto dominante

O Flamengo tem uma enorme dominância no confronto direto contra o Volta Redonda, com 51 vitórias, 13 empates e apenas seis derrotas. O jogo deste sábado foi o embate de número 70 na história dos dois clubes.

Reforços são aplaudidos

Na primeira rodada do Campeonato Carioca, o atacante Pedro Rocha e o zagueiro Gustavo Henrique foram apresentados para a torcida. Uma semana depois, foi a vez do volante Thiago Maia e dos atacantes Pedro e Michael curtirem o clima da galera e receberem os primeiros aplausos com a camisa do Mengão.

Eles entraram no gramado cerca de 20 minutos antes de a bola rolar, vestidos com a camisa rubro-negra e foram saudados pelo público.

Um minuto de silêncio para Sérgio Noronha

A partida teve um minuto de silêncio em homenagem ao jornalista Sérgio Noronha, que morreu ontem (24) aos 87 anos.

Ficha Técnica
Flamengo 3 x 2 Volta Redonda

3° rodada - Campeonato Carioca (Taça Guanabara)
Local:
Maracanã. no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Diogo Neto Corrêa Dique Turco
Cartões Amarelos: Vinícius, Pepê, Gabriel Batista e Bill (Flamengo), Bruno Barra e Daniel (Volta Redonda)
Público e Renda: 21.422 e 22.724 pagantes; R$ 515.139,50
Gol: João Carlos (Volta Redonda), aos 33 minutos do primeiro tempo, João Lucas (Flamengo), aos 03, Rodrigo Muniz (Flamengo), aos 30, Saulo (Volta Redonda) aos 41 e Bill (Flamengo) aos 43 minutos do segundo tempo.

Flamengo: Gabriel Batista; João Lucas (Matheuzinho), Matheus Dantas (Vitor Gabriel), Rafael Santos e Ramon; Hugo Moura, Vinicius Souza e Pepê; Lucas Silva, Yuri (Bill)e Rodrigo Muniz. Técnico:Maurício Souza

Volta Redonda: Douglas; Oliveira, Heitor, Daniel e Luiz Paulo; Bruno Barra, Wallisson (William Mineiro), Marcelo e Bernardo (João Vitor); Pedrinho e João Carlos (Saulo). Técnico: Luizinho Vieira

Futebol